7.1.12

Resenha: Um dia - David Nicholls


Lendo


Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Paginas: 411





Vinte anos. Duas Pessoas.

Como descobrir que você esta apaixonado? Como conseguir traduzir seus sentimentos ou saber dividi-los. Paixão, Amor, Carinho... Simplesmente parece que tudo anda lado a lado deixando cada ser humano confuso. Emma Morley era uma adolescente com fortes ideais e que queria mudar o mundo. Dexter Mayhew era rico, filho mimado que sempre teve tudo o que queria, só pensava em curtir a vida e se achava jovem demais para tomar grandes decisões. Enfim eles se conhecem e ficam juntos, após a formatura. Anos se passam e eles acabam se tornando grandes amigos. Várias mulheres passam pela vida de Dexter, em quanto Emma se sente frustrada por não conseguir colocar em prática seus objetivos de vida. Emma se envolve com Ian Whitehead e começa a formar uma vida, e um lar com ele. Depois, resolve abandonar tudo e ficar sozinha. Dexter alcança o auge da vida, apresentador de TV, era o solteirão cobiçado, mas, solteirão por pouco tempo mulheres era o que não faltavam para ele. De tempos em tempos se encontrava com Emma e dizia como sua vida estava. Emma sempre fora uma pessoa um tanto negativa sobre si mesma. Não se achava bonita e era insegura. Dexter se acha o máximo o melhor em tudo que fazia. Sera que os opostos iam se atrair? A grande amizade se transformar em amor? David Nicholls só nos revela isso depois da pagina 300 do livro composto por 410 paginas. 
A vida não para, coisas acontecem, Dexter só focado em curtir a vida, acaba perdendo seu emprego e com isso seus status social. Mas, a vida nao esta acabada ele conhece Silvie e acha que esse é o grande amor de sua vida, alguns anos de casamento e ele descobre que ela o trai com seu amigo e milionario bem sucedido Callum. Dexter fica desolado e resolve procurar Emma, Emma que esta envolvida com Jean-Pierre. Emma então vê que Dexter sempre tinha sido seu verdadeiro amor, abre mão de Jean e começa então a viver sua história de amor. 
Quando estamos enfim nos deliciando com a história romântica do livro, Emma sofre um acidente de carro e morre. Depois temos que nos contentar com Dexter sofrendo a morte de Emma e cuidando uma vez por semana de Jasmine fruto de seu curto casamento com Silvie.
O livro em si é muito bom, apesar de ter me confundido algumas vezes. O autor começa falando de um determinado tempo, depois ele acelera os anos, depois retrocede alguns anos novamente. Você descobre o que aconteceu, mas só mais pra frente descobre como aconteceu, essa tática te faz ficar preso no livro e não querer parar até todas as respostas estarem respondidas, porém quando você menos espera ele acaba. Acaba com Emma e Dexter juntos, acaba no tempo em que ela ainda era viva e estava com seu grande amor Dexter.
David Nicholls me fez refletir, me mostrou que nossa vida é tão curta, não temos tempo para pensar apenas no agora, e esquecer do futuro. Temos que nos focar em nossos objetivos e colocar em prática antes que seja tarde. Dar valor a quem nos ama, e não perder tempo. Não ter vergonha de quem se ama, e acima de tudo não ser orgulhosa. Saber lutar por um grade amor e assumir quando esta apaixonado. O livro conseguiu atingir e até ultrapassar minhas expectativas, ele traduz tão bem os sentimentos de dois apaixonados, a vida pós faculdade de dois adolescentes que não sabem o que fazer da vida, o medo  e insegurança de não dar orgulho para os pais. A vida de casado, problemática e diferente dos filmes. Uma crítica desse livro que eu vi e gostei muito, foi uma em que disseram que ele era um romance bem focado na realidade, quem disse isso foi bem feliz na colocação afinal a história de Dex e Em,Em e Dex é uma história que fácil mente pode ser vista na vida real, e é isso que faz o livro fascinante você pensar que se não tomar cuidado aquilo pode acontecer com você, você perder quem você amou a vida inteira tão rápido...

Trechos que eu mais me identifiquei no livro:

" Ele mergulhou na arrebentação e ela ficou ali oscilando, meio zonza, sentindo-se solitária e ridícula. Não eram exatamente essas as experiências que desejava? Se tinha medo de nadar sem maiô, como poderia dizer a um homem que queria beijá-lo? Antes de concluir esse pensamento, já tinha tirado o vestido pela cabeça num só movimento. Depois tirou a calcinha, lançando-a ao ar com o pé, deixou-a onde caiu e correu em direção a água, rindo e praguejando consigo mesma. "

" - Sabe o que eu não consigo entender? Toda essa gente vive dizendo o quanto você é bacana, inteligente, engraçada, talentosa e tudo o mais... quer dizer, é o tempo todo, eu digo isso há anos. Por que você não acredita? Por que você acha que as pessoas dizem essas coisas Em? Acha que é uma conspiração, que as pessoas combinaram de ser legais com você? "

" Claro que ela ainda não tem um namorado, mas não se importa com isso. Algumas vezes, muito ocasionalmente, digamos ás quatro horas da tarde de um domingo chuvoso, Emma se sente em pânico e quase não consegue respirar com a solidão. Uma ou duas vezes se surpreende tirando o telefone do gancho para verificar se esta funcionado. Ás vezes pensa como seria bom ser despertada por um telefonema no meio da noite: "Pegue um táxi agora mesmo" , ou " preciso encontrar com você, nós precisamos conversar". Mas, na maior parte do tempo se sente como uma personagem de um romance de um Muriel Spark - independente, aficionada por livros, inteligente e secretamente romântica"

" - Dexter, eu te amo muito. Muito, muito, e provavelmente sempre amarei. - Os lábios dela se encostaram no rosto dele. - Só que eu não gosto mais de você. Sinto muito. "

Vocês já leram? Querem ler? Eu super recomendo. É um excelente livro.

MINHA NOTA:



7 comentários:

  1. Tenho a maior curiosidade de ler esse livro!

    Beijos,
    May ;*

    ResponderExcluir
  2. Não li a resenha para evitar spoilers kkk Mas fico feliz de encontrar uma por aqui, estou louca pra ler. Hoje mesmo estava procurando este livro e não achei, vou ter que deixar para a proxima...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Antes não estava interessada no livro, mas depois vi alguns comentários e comprei, estou com ele na minha estante e louca para ler!! Parabéns pela resenha aguçou ainda mais minha ansiedade para lê-lo.
    Bjs querida!!!
    nouniversodaliteratura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Também achei um excelente livro, foi um dos meus preferidos de 2011! Realmente as passagens de tempo ocorridas nos livros só fazia com que nos sentissemos mais vontade de ler ;D

    Ótima resenha!

    Bjão;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  5. OBbg por gostar e naty eu passei por todos os blogs parceiros ontem :/

    ResponderExcluir
  6. fiquei loka atras desse livro (com a capa original) de tanta coisa boa que ouvi falar dele. o livro é grosso, conta coisa demais, acontece coisa (desnecessária demais) e no final pensei: tanto fuzuê pra isso?
    nao achei que o livro seja essa historia linda e emocionante que o povo tanto falou e muitas vezes pensei em largar o livro e desistir. tenho preguiça de livro assim, sério.
    é um livro razoavel, mas nada demais como pensei que fosse.
    nem o filme fiquei com interesse de assistir. :/

    ResponderExcluir