Resenha: Presentes da Vida

Imagem
Estou lendo
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas:383
Nota: 9

Seja quem você é não aquilo que as pessoas esperam que você seja. Acho que isso é uma das coisas que esse belo livro nos ensina. Em uma linguagem fácil e divertida Emily nos faz navegar na vida de Darcy, uma mulher que sempre teve tudo o que queria. Amigos glamourosos, roupas glamourosos e um noivo de dar inveja a qualquer uma. Mas, Darcy era uma mulher muito superficial e egocêntrica que não ligava muito para a vida dos outros, apenas para a dela. Sendo assim, nada mais justo do que ela perder tudo não é mesmo? Primeiro ela perde o noivo dos sonhos, depois ela perde a melhor amiga, depois ela perde o amante, depois ela perde o resto dos amigos. O que lhe resta? NADA. Então Darcy resolve tentar um recomeço bem longe de Nova York, ela parte para Londres onde começa a morar com seu amigo Ethan, que foi seu primeiro namorado, mas fora um namoro infantil quando estavam no quinto ano do colégio.
Ao chegar em Londres Darcy começou a perceber que o mundo não girava em torno dela, e que ela já tinha 30 anos estava grávida e não podia mais viver querendo ser mimada e agradada por todos, nesse caminho de redescobrimento do seu próprio eu, ela faz novas e verdadeiras amizades e se apaixona pela primeira vez na vida dela, aquele amor que não exige nada do companheiro simplesmente ama, ama ele estando feio ou bonito, bem vestido ou desleixado.Aquele amor que verdadeiramente é amor.
Sem dúvida alguma foi um livro que em encantou por ser extremamente divertido e conter uma temática que eu nunca me interessei por ler antes, com certeza é um gênero que vou começar a ler mais. É uma daquelas leituras excelentes para uma tarde chuvosa e sem graça de domingo quando você quer refletir sobre o que você tem e o que você queria ter e ver o que realmente faz a diferença.
No quesito nota eu dou 9, não por que o livro não mereça 10. Por que sim, ele merece muito bem escrito e os personagens tem uma particularidade tão perfeita que é como se você conhecesse 100% o caráter de cada um. Mas, sim por que não é um gênero que eu costuma ler por isso não sei se tenho muito gabarito para julgar, então vou ficar com a nota nove.

Parte mais emocionante do livro:
Sem dúvidas o pedido de casamento feito no papel em que ela tinha pedido ele em namoro quando estavam no quinto ano.

Trechos mais interessantes do livro:
" Nesse abraço simples, mas significativo, uma verdade foi confirmada no meu coração: eu estava apaixonada por Ethan" (Página 336)

"Eu tinha aprendido a não dar tanta importância a essas coisas superficiais, a valorizar o conteúdo e não a forma" (Página 382 e 383)