18.5.12

Resenha: Estilhaça-me




Título: Estilhaça-me (Shatter me)
Autor: Tahereh Mafi 
 Editora: Novo Conceito

Sinopse: Juliette não toca alguém há exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira.


O que dizer de Estilhaça-me? Estilhaça-me conta a história de Juliette uma jovem que nunca conseguiu entender por que ela não podia tocar nas pessoas, afinal a ultima vez que ela fez isso acabou matando um menino. O livro inteiro é cheio de reviravoltas e perfis que você cria para cada personagem acaba mudando no decorrer da trama que nos leva a ver um novo mundo onde o Restabelecimento luta para impor as regras que eles acham ser as certas.
Juliette tem duas escolhas ou ser aliada do Restabelecimento ou ser contra? No meio da trama ela ainda se envolve com Adam um soldado obediente e que faz o tipo "namorado perfeito" sempre atendendo as necessidades de Juliette.
O que mais chama atenção no livro o jeito como Tahereh escreve ela realmente me fez sentir as sensações de Juliette principalmente logo no inicio quando Juliette esta tomando seu primeiro banho assim que chega no Restabelecimento.
Outro grande marco são as palavras riscadas, riscadas tipo assim  no meio do livro. As palavras riscadas são os pensamentos reprimidos de Juliette, o que ela pensa sobre cada coisa que ela diz ou faz. Isso deixa o livro mais intrigante pois você navega no universo da personagem principal.
Sem entender muito bem o motivo eu demorei bastante para acabar de ler Estilhaça-me no inicio a leitura me pareceu um pouco chata. Mas, depois as coisas melhoraram e eu devorei as páginas. Como nota atribuiria um 8. 

Quote marcante:
"Tentei o tempo todo ser melhor, mas de fato nunca soube como."
(Página 27)



0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário