Crítica do filme: Up Altas aventuras

12.7.12


Up - Altas Aventuras
Distribuição: Walt Disney Pictures
Direção: Pete Docter e Bob Peterson
Sinopse: Carl um menino quieto conhece Ellie se apaixonam e se casam. Ficam juntos até Ellie morrer. Após sua morte Carl se torna um velho rabugento porém sonhador que quer realizar o último desejo de sua amada que era morar no paraíso das cachoeiras.




Eu tenho a mania de sempre ficar triste quando um filme acaba. Mas, como Up foi diferente. Eu fiquei extremamente triste. Eu chorei do inicio ao fim. É um filme realmente muito lindo e que te ensina inúmeras coisas. O amor de Carl por Ellie é maravilhosamente belo e te faz voltar a acreditar em contos de fadas. Um homem que é capaz de tudo pela amada até mesmo após dela estar morta.
Up conta a história de Carl um vendedor de balões casado com a amável Ellie que sempre sonhou em morar no paraíso das cachoeiras. Por mais que eles tenham lutado para realizar esse sonho, o tempo chegou e Ellie acabou morrendo de velhice. Mas, Carl não ia deixar sua Ellie sem realizar o seu sonho e por isso tem a ideia de amarrar milhares de balões na cada onde eles moravam e ir "voando" até o paraíso das cachoeiras. Nisso temos Russel o menino mais fofo do mundo. Um explorador da natureza de oito anos que faz de tudo para ganhar seu ultimo distintivo, pobre Carl! Tem que aturar as criancices de loucuras de Russel em toda a sua viagem. No filme também temos uma ave gigante que Russel apelida de "Kelvin" e cachorros que podem falar graças a um dispositivo instalado por seus donos. 
A graça do filme é aquela coisa de tudo é possível. Imaginem: Uma casa voando, erguida apenas por balões! Um amor que sobreviveu a morte. 
Outra coisa muito legal é que o filme inteiro é muito bonito e cada detalhe é bem trabalhado na parte estética da coisa. A trilha sonora é perfeita e as cenas em que Ellie ainda é viva elas não tem muitas falas. O que deixa tudo como se fosse um sonho, não uma vida real, dando um assim um toque ainda mais "conto de fadas" para o filme. O cuidado que Carl tem com cada parte da casa me encanta e me tirou muitas lágrimas, mas tambem o momento em que ele abre mão da casa para salvar Russel, Kelvin e Dug é de partir o coração. 
É um filme altamente recomendável e que com certeza vocês vão adorar. É leve, instigante e lindo.

Um comentário:

  1. Adorei quando assisti este filmes (:

    http://achadosandcomprados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir