Resenha do livro: A fera de Alex Flinn

4.7.12


Autora: Alex Flinn
Editora: Galera Record
Páginas: 317
Sinopse: Kyle tinha a vida perfeita. Além de ser rico era lindo e conseguia ter tudo o que queria. Porém após um feitiço lançado por uma bruxa ele se torna uma fera que para quebrar esse feitiço teria que encontrar seu verdadeiro amor.





Sou suspeita para fazer alguma crítica a esse livro. Eu sou completamente apaixonada por contos de fadas e o que eu mais amo é justamente A bela e a fera. Essa adaptação de A bela e a fera para os dias de hoje é fabulosa e quase capaz de ser real.
No livro Kyle um jovem lindo, rico e poderoso, tinha a vida que muitos pediram a Deus. Seu pai um importante apresentador de televisão era ausente e por isso lhe dava tudo o que ele queria. Ele estudava em um importante colégio particular e tinha todas as garotas ao seus pés. Porém ele resolveu mexer com Kendra, uma jovem misteriosa que Kyle quis pisar por se achar superior. Kendra era uma bruxa, coisa que  Kyle não sabia. Após ficar nervosa com o que ele a fez Kendra lhe lança um feitiço. Ele seria uma Fera por dois anos, e caso encontrasse seu amor verdadeiro que o amasse mesmo sendo uma fera o feitiço seria quebrado, caso não ele seria fera para sempre. Kyle não acreditou, mas passados alguns minutos ele viu seu belo corpo esculturar ir embora e no lugar dele surgir um corpo de fera. Ao invés de unhas garras, ao invés de dentes presas e muito pelo espalhado por todo o corpo. Kyle um jovem que julgava as pessoas pela aparência e que justamente por isso se achava melhor do que elas, agora não passava de um fera horrível e que causava repulsa as pessoas. Mas, o jeito duro e impiedoso de Kyle se dava devido a educação do pai:
"Não seja idiota Kyle, de fazer as coisas por amizade ou amor. Porque no fim,  você sempre acaba descobrindo que a única pessoa que ama você de verdade é você mesmo"
Kyle uma pessoa que não conseguia enxergar a bela interior de ninguém estava desesperado, tinha absoluta certeza de que ninguém se apaixonaria por ele estando com aquela forma. Pede ajuda a Sloane sua metida ex namorada que sente repulsa ao vê-lo. Recorre a seu pai, que fica desesperado e o leva a diversos médicos porém todos dizem que não há solução. Desesperado com medo de que a mídia descobrisse o pai de Kyle o leva para morar em uma casa que mas, parecia um castelo antigo o mais longe possível dele. Kyle fica nessa casa sozinho, acompanhado apenas da fiel empregada Magda. Kyle fica desolado pela atitude do pai e resolve fazer de tudo para que sua vida isolado não seja assim tão ruim. Pede um professor particular para continuar tendo aulas e começa a ler livros. O professor contrato por seu pai era cego e por isso não julgaria Kyle. Com o passar do tempo Kyle resolve mudar seu nome para Adrian. Já que Kyle significava algo referente a beleza, coisa que ele não tinha mais e Adrian significava ao referente a escuridão, lugar onde Kyle vivia. Kyle se torna Adrian e não é só o nome que muda, sua personalidade também. Com toda essa coisa de começar a ver a beleza em pequenas coisas com a ajuda de Magda e seu professor Will., ele começa a se apaixonar por flores e esse amor é tão grande que ele monta uma estufa no quintal de sua casa. Em uma noite ele ouve um barulho vir de sua estufa ele vai ver e nota ser um homem que estava invadindo sua casa para roubá-la. O homem era um drogado que queria apenas dinheiro para comprar drogas, com medo de morrer o homem dá a vida de sua filha em troca da dele. E com isso passada uma semana o homem retorna com sua filha "Linda" o nome da menina. Linda então começa a morar com Adrian que redecora um quarto só para ela e tenta a agradar de todo o jeito. Adrian estava sem esperanças achava que Linda nunca iria se apaixonar por ele e que ele ficaria como Fera para sempre. Mas, Linda era bem diferente do que ele imaginava:
"Mas algo com beleza interior dura para sempre, como o perfume de uma rosa - disse ela."
Esse feitiço fez com que Kyle/Adrian mudasse completamente seu modo de ser e agir. Ele se tornou uma pessoa melhor não só para ele mas, para todos ao seu redor. Ele aprendeu a dar valor a coisas que ele sempre teve mas, que nunca havia enxergado sua real beleza. Não só esse livro, mas todas as adaptações desse belíssimo conto nos trazem a mesma lição: devemos dar valor ao que cada coisa significa, não devo ser superficiais, não devemos nos achar melhor do que ninguém. Devemos amar nosso próximo e devemos ser gratos por sermos exatamente como somos.


"Algo bonito é precioso, não importa o preço. Quem não consegue ver o que é precioso na vida nunca será feliz"
A adaptação do conto para os dias de hoje foi feita de forma majestosa e com certeza é um excelente livro para se ter por perto, e reler sempre e sempre. Um verdadeiro conto de fadas não acaba no felizes para sempre, mas sim começa.

Um comentário:

  1. Parabéns pela resenha Djeninha!Estou ansiosa para ler A Fera! Beijos!

    ResponderExcluir