19.9.12

Harry Potter era na verdade um menino louco?



Foi após esse pequeno trecho de uma conversa de J.K Rowling e o roteirista Steve Kloves que tudo começou. De repente todos os potterheads brazucas, e até alguns de outros países começaram a criar postagens, e manifestar sua tremenda tristeza por todos os cantos da web. Harry Potter o bruxinho de ouro que tantas crianças, adolescentes e adultos veneraram por uma década na verdade não passou de uma invenção da cabeça do pobre órfão Harry? Especulações sobre o livro sempre surgiram, desde que ele é satanico até que Voldemort na verdade  não morreu, só esta em algum lugar esperando o momento certo para voltar e acabar com Harry. Mas, a especulação da vez não é tão boba como essas, mas sim uma forte ameaça a todos os que cresceram nesse mundo mágico juntos comigo.O caso é que depois da divulgação desse pequeno trecho do vídeo da conversa da J.K com o Kloves pessoas que não limpam bem os seus ouvidinhos ou que não compreendem o inglês britânico de J.K sairão por ai dizendo abobrinhas sobre o nosso fantástico mundo. O caso meus queridos é que NÃO. HARRY POTTER NÃO ERA LOUCO, ELE ERA UM BRUXO MESMO! Eu copiei um pequeno trecho com a tradução de uma parte do que os nossos queridos conversam no vídeo (J.K e Kloves) para vocês entenderem o que eles falam:
J.K. Rowling: Era uma imagem tão excelente, o exército quebrado.

Kloves: E ele costumava conversar com eles, e a ideia é que ele parecia um pouco louco, quando escrevi o primeiro rascunho. E então, quando Hagrid surgiu, ele, Harry, pensou que tudo vinha da sua imaginação por um minuto. Que ele tinha convocado esse cara –

Rowling: Acho que esta questão é fabulosa, dialoga perfeitamente com a verdade dos livros, porque me sugeriram isso mais de uma vez, que Harry enlouqueceu no armário debaixo da escada e que tudo que aconteceu depois disso foi uma vida de fantasia que ele inventou para se salvar.

Claro que na conversa dos dois rolou outros assuntos também, mas apenas esse trecho foi o crucial para o surgimento desses boatos. Essa tradução completamente correta nos mostra que por poucas palavras que foram mal interpretadas - quase - nosso mundo de sonhos foi desfeito. J.K não disse que Harry era louco, disse que sugeriram para ela que ele poderia ser louco. Disseram que isso faria sentido, e que seria legal. Mas, J.K em momento nenhum disse que acatou o pedido. Resumindo... Podem esperar a carta de Hogwarts por que é "TUDO REAL" MOÇADA!

Expelliarmus!


3 comentários:

  1. Nossa, nunca teria cogitado que nosso bruxinho favorito era, na verdade, louco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não é louco!!!! "J.K não disse que Harry era louco, disse que sugeriram para ela que ele poderia ser louco."

      Excluir
    2. não tenho culpa se as duas não sabem interpretar direito aquilo que leem.

      Excluir