Crítica do filme "As vantagens de ser invisível'

25.2.13
Oi amiguinhos, final de semana para a Djeni é assim: Tempo livre para ler livros e ver filmes. Por isso hoje eu irei escrever várias críticas para vocês. Já escrevi uma, e agora faltam mais duas e fora as dos outros filmes que eu irei assistir. Ufa!

As vantagens de ser invisível foi adaptado do livro de mesmo nome e teve como roteirista e diretor o próprio escritor do livro. Então com certeza a adaptação deve ter sido bem fiel. - eu ainda não li o livro - o longa conta a história de Charlie (Logan Lerman) um rapaz que apesar da pouca idade já teve que passar por coisas bem difíceis o que acabou fazendo com que ele possuísse alguns transtornos mentais que o faziam querer ser matar. Mas, nada que ele não tivesse conseguido superar depois de conhecer Patrick (Ezra Miler) e Sam (Emma Watson).

Patrick é um rapaz cheio de si, caricata e super engraçado. Ele também é meio irmão de Sam, uma jovem que tem um passado um pouco conturbado mas, que possui um coração bom e é doce.

Sem dúvida nenhuma Logan conseguiu me conquistar mais uma vez. Seu personagem era encantador. É impossível não se envolver e não se apaixonar por Charlie.

A história é simples, mas te prende do início ao fim e nos coloca para pensar sobre vários aspectos da vida. Apesar de ser um filme de temática adolescente consegue levantar questões que muitos adultos nunca pararam para pensar.

Eu simplesmente adorei o filme e não tenho um só defeito para apontar. A não ser talvez as pequenas aparições de Nina Dobrev que não consegue me convencer como atriz - apesar de eu amar The vampire Diaries.

A trilha sonora do filme é um show a parte com grandes nomes da música como David Bowie, The Smiths e mais um monte de coisa boa. Claro que eu já a baixei para mim (risos).

Título Original: The perks of being a wallflower
Diretor: Stephen Chbosky
Nota: 5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário