17.2.13

O que te faz feliz?

Tumblr_mibwyxwyxx1rhxqt7o1_500_large

Hoje mais cedo estava conversando com a minha mãe sobre uma escolha que ela quer que eu faça. Resumindo essa escolha é : usar um dinheiro que eu tenho para realizar um sonho ou para investir em algo que irá me ajudar no futuro. Eu tentei explicar que eu entendo ela querer que eu pense no meu futuro. Mas, e quanto ao meu sonho? Só irei realizá-lo depois? E se depois eu não tiver tempo? Ela me respondeu: E se você tiver?

Decidi que não quero mais viver uma vida baseada no "e se..."  "E se eu tivesse ido para aquela viagem" "E se eu tivesse me declarado para aquele rapaz" eu quero viver uma vida: Eu queria eu fiz.

Se no final as coisas não tiverem saído como eu planejei pelo menos eu vou saber que eu fiz. Que eu sonhei e realizei.

Não é sobre o quão rápido eu chego lá
Não é sobre o que está esperando do outro lado
É a escalada (…)

Então minha mãe citou vários exemplos em nossa família de pessoas que resolveram optar por seguir seus sonhos, seguir ser feliz antes de ter um futuro garantido. E que agora não estão em uma situação financeira muito boa. Na hora em que ela me disse isso eu fiquei um pouco confusa. Não sabia se eu estava seguindo o caminho certo.

Mas, depois eu pensei... Eu não quero me basear em pessoas que fracassaram. Eu quero ser um exemplo de pessoa que optou por ser feliz e que deu certo. Eu quero ser a diferença da família. Eu quero ser a esperança que não só eu preciso mas, como as pessoas ao meu redor precisam.


No final eu escolho ser feliz. Eu escolho realizar o meu sonho. Se depois eu chegar na conclusão de que deveria ter pensado no meu futuro. Tudo bem. Eu não vou me arrepender de ter escolhido realizar meu sonho. Afinal, eu escolhi ser feliz.


Talvez essas pessoas que fracassaram fazendo a mesma coisa. Simplesmente não escolheram o que REALMENTE AS FAZIAM FELIZ. Escolheram coisas que elas achavam que iriam lhe fazer felizes. Mas, eu não. Eu tenho plena consciência  daquilo que eu quero para minha vida. Dos sonhos que eu quero alcançar e das coisas que eu tenho que abrir mão para isso.


Mesmo que eu tenha que seguir o caminho mais arriscado. Mesmo que eu tenha que ir na contra-mão do que meus pais querem pra mim. Na contra-mão do que as pessoas esperam de mim. Eu irei. Eu quero ser quem EU QUERO SER. E me orgulhar disso.

Tenho que manter minha cabeça erguida.
Sempre haverá uma outra montanha.
Eu sempre vou querer movê-lá.
Sempre será uma batalha difícil.
Ás vezes eu terei que perder.
Não é sobre o quão rápido eu chego lá
Não é sobre o que está esperando do outro lado
É a escalada (…)


Um comentário:

  1. Oi Dje, tudo bem??

    Como prometido, cá estou pra tentar deixar minha opinião sobre sua dúvida.

    Sei como é difícil fazer uma escolha dessas, sabe por quê? O ser humano está sempre pronto a escolher as opções que atendam suas necessidades imediatas. É sim! Quando a oportunidade aparece, dificilmente paramos pra pensar no futuro. E não me refiro a um futuro de 50 anos, mas cinco anos. Parece que nosso cérebro é bloqueado por esse desejo de ter o que queremos imediatamente. Acho que é isso que te motiva a ter essa dúvida, porque você quer realizar esse sonho, porque ele é imediato, é agora.

    Sabe flor, achei muito linda a atitude de sua mãe em te dar as opções e deixar que você escolhesse. Sei que a decisão está nas suas mãos e somente nas suas, mas a minha opinião sobre isso é a seguinte:
    O ser humano também vive com "e se". Você pode escolher a opção " realizar seu sonho" e, daqui dois, três anos, você vai se perguntar "e se eu tivesse investido no meu futuro?"
    Ou você pode guardar esse dinheiro, investir no seu futuro e depois perguntar "e se eu tivesse realizado meu sonho?"
    Somos complicados, não é?

    O que eu proponho a você é o seguinte: pense em quão único é o seu sonho. É uma oportunidade única, do tipo que nunca mais aparecerá na sua vida? É uma barra de chocolate premiada Wonka com data de validade? Ou você pode realizá-lo mais pra frente?
    Porque, às vezes, temos sonhos que podem esperar um pouquinho mais. Podem esperar termos maturidade, esperar condições financeiras melhores, oportunidades adicionais, etc. Uma viagem de intercâmbio por exemplo, trabalhar em outra cidade/país. Eu não sei qual é o seu sonho (será que é conhecer o Ian? - se for, ele é realmente único, rs) mas você precisa colocar na balança o quão intenso é esse sonho. Porque nosso futuro também precisa ser levado em consideração, flor.
    Independente da decisão que você tomar, lembre-se que sempre viveremos com as lembranças e temos que anular o máximo de "arrependimentos" possíveis na vida!

    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir