3.5.13

Crítica do filme "Nick and Norah's Infinite Playlist"


Título no Brasil: Nick e Norah - Uma noite de amor e música
Direção: Peter Sollet
Sinopse: Já se passaram três semanas, dois dias e 23 horas desde que Tris terminou com Nick. E agora ela está no mesmo show que ele vai, com outro cara. Ironicamente, no mesmo show, ele conhece Norah, com quem passará uma noite da qual nunca mais se esquecerá. O filme é baseado no romance homônimo escrito por Rachel Cohn e David Levithan.
Minha nota: 4/5



Fofinho. Fofíssimo, mas espera ai "Onde está a Fluffy?"*. Nick and Norah's infinite playlist - me recuso falar o nome desse filme em português por que eu achei muito sem graça - conta a história do fofo do Nick (Michael Cera) - nesse filme tudo é fofo até o nome da banda (fluffy significa fofo). 


O Nick é um daqueles rapazes, românticos e fofos - sim, mais uma vez eu usei a palavra fofo é que esse filme é todo fofinho gente não tem outro adjetivo para usar - e depois que a Tris terminou com ele.... Bem, ele simplesmente ficou muito triste e vivia atrás dela.


Nisso meio que sem querer ele conhece a Norah que é tipo é a metade da laranja dele e ele não sabia. Idas e vindas desse quase casal fazem com que esse filme seja uma boa pedida para quem quer um leve e doce comédia romântica.

A soundtrack é super linda.


Onde está a Fluffy?*:esse é o nome da banda que os protagonistas são super fãs. Essa banda é demais, além de ter esse nome fofo é uma banda super misteriosa. ADORO!

5 comentários:

  1. Nunca vi, mais amei suas críticas, aliás: também achei sem graça o nome em português!

    Beijinhos,
    Lia ¨
    www.limaoealecrim.blogspot.com - está fora do ar.

    ResponderExcluir
  2. Não assisti ainda, mas fiquei com vontade de ver, vou ver se acho amanhã.

    ResponderExcluir
  3. Nunca vi, mas me interessei.
    Vou baixar.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adaptação do livro homônimo, o filme dirigido por Peter Sollett não apresenta nenhuma originalidade em sua estrutura nem em seu tema, mas cativa pelo carisma e a química dos personagens principais. Michael Cera sempre trabalha muito para se entregar em cada atuação o melhor, sempre supera seus papeis anteriores, o demonstrou em Lego Batman,um filme que se converteu em um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir