A última declaração de amor

28.10.14


Eu fui a melhor amiga que você poderia ter. A sua maior fã. Daquelas que te admirava nas pequenas coisas e via um potencial em você que nem mesmo você poderia ver.

Eu simplesmente amava cada coisa que dizia respeito a você. Sua voz, seu jeito de falar e suas piadas de humor discutível.

Mas, agora tudo que eu sinto é desilusão, raiva e arrependimento. Por que eu fui justamente gostar de você?

Quero que você vá embora agora. Não quero mais te ver, quero que seja como se a gente nunca tivesse se conhecido. Sei que infelizmente você faz parte de mim e tentar tirar essa parte vai doer, mas, agora estou pronta para sentir essa dor.

Você foi a melhor e a pior coisa que me aconteceu. Como o único motivo que eu tenho para sorrir pode ser o único que eu tenho para chorar?

É tão desesperador gostar de você. Mas, me dói do que me dá prazer. Você e o seu jeito de não se importar me quebra.

Se você pudesse sentir um pouquinho da angústia que eu sinto em saber que por mais que eu sinta sua falta e imagine a vida um lugar terrível de se viver sem você ao meu lado sei que você não sente da mesma forma. Pra você eu não faço diferença alguma.

Então a partir de hoje vou fingir que sou você. Não vou me importar, vou te fazer ficar cada vez mais distante. Afinal é isso que você quer não é?

Perder a única pessoa que vai gostar de você como eu gosto. A única pessoa que te enxergava como uma criatura fantástica, seu par perfeito o homem da sua vida.

Mas, tudo bem. Certas coisas simplesmente não são pra ser não é? A vida é bela no final das contas. Como você mesmo me disse.

Mas, agora vá. Não se dê ao trabalho de fingir que se importa comigo. Pois eu sei que não. Apenas vá embora. Vá.

3 comentários:

  1. Adorei <3 um dos textos com que eu mais me identifiquei na vida. É algo que eu poderia ter escrito à uns meses atrás... se tivesse esse jeito...
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente amei! <3 oh god!!

    ResponderExcluir
  3. Esse texto descreve exatamente o que eu tô passando agora :(

    ResponderExcluir