COMO FOI CONHECER O MISHA COLLINS

26.1.16
coisas que só fã entende

Em Dezembro do ano passado eu pude ter uma das melhores sensações da minha vida. Conhecer um ator que eu gosto e admiro. Sei que meu amor por Supernatural é recente, tendo em vista os milhares de fãs que acompanham a série desde que ela lançou mas, nem por isso meu amor e menor ou inferior, tá?

Eu sempre sonhei em conhecer as pessoas que eu admiro. Sejam elas bloggers, escritores ou atores. Mas, sempre fui do tipo de pessoa que deixava os sonhos um pouco de lado para viver a vida sabe? Só que daí eu percebi que certos sonhos são bem fáceis de se realizar do que outros. 

Quando descobri que o Misha viria para a Comic Con Experience surtei. Fiquei desesperada com medo do ingresso ser caro demais e eu não conseguir pagar ou de eu ter o dinheiro e ele esgotar rápido demais e eu não conseguir pagar.

Primeiro o Misha só iria estar presente em UM DIA da Comic Con. Depois ele mudou para DOIS. E depois para TRÊS. Ufa! 

Inicialmente eu ia comprar ingresso para o sábado, dai ele esgotou. Graças aos céus o Misha resolveu vir no domingo também. Então eu comprei o de domingo.

Acordei cedo. 6:00 da manhã já estava de pé. Moro em Suzano interior de SP e longe do centro. Demoro de uma a três horas para chegar no centro dependendo da distância. Para chegar local onde aconteceu a Comic Con eu demorei as 4 horas. Contando o percurso até a estação, depois o percurso até o ônibus da Comic Con e do ônibus até a Comic Con em si, depois as inúmeras filas de entrada.


Quando cheguei na CCXP já estava cansada. O local era quente, tinha muita gente e mal dava para andar. Mesmo assim gravei um vlog mostrando os detalhes pra vocês e consegui fazer muitas amizades.

A primeira vez que vi o Misha foi surrealmente assustador. Eu nunca havia ficado tão perto de um ator internacional que eu só conhecia pela tv. Meu coração disparou e fiz coral com as outras centenas de fãs que gritavam: MISHA EU TE AMO.

Ele deu um aceno rápido para todos e entrou em sua sala. O coração bateu mais forte ainda na segunda vez que o vi. Ele saiu da sala e resolveu cumprimentar melhor quem estava na grade para vê-lo. Eu era uma dessas pessoas.

Algumas horas depois FINALMENTE chegou a hora que eu ia enfim conhecê-lo. Ter alguns poucos minutos ao lado dele. Fiquei em uma fila enorme até chegar a minha vez. Entrei em uma sala e lá estava ele sorridente e entusiasmado.

Não tivemos a oportunidade de conversar muito,afinal os staffs da equipe dele naquele momento estavam um pouco nervosos pois antes da minha vez um rapaz havia desrespeitado uma das regras.

Assim que eu entrei ele abriu um sorriso lindo e me puxou para um abraço, enquanto eu estava estática e jamais teria o abraçado se ele não tivesse feito isso. Dei um beijo em sua bochecha e posamos para a foto.

Eu agradeci em inglês "Thank you" ele sorriu e respondeu "Obrigado" em português. Sorri de volta e dei tchau.

Sim. Só falamos Oi e Obrigado. Mas, aqueles momentos perto dele significaram muito. Não apenas por eu ter o conhecido, mas por que percebi que ele é real. Ele é um ser humano normal. Se ele consegue ser um ídolo sendo uma pessoa completamente normal, todo mundo pode ser sabe? <3

Esse ano irei conhecer o Ian Somerhalder e também quero compartilhar tudo com vocês. Me acompanhem no snap: djeniidiias e torçam por mim

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário