CRÍTICA: PROCURANDO DORY

22.6.16

A convite da Disney nossa equipe já conferiu "Procurando Dory" vejam a crítica da nossa correspondente Pâm Thuane:

LIVRE DE SPOILERS

Mais uma vez a Disney- Pixar  mostrou que sabe como grudar os olhos dos telespectadores na telinha do cinema. A animação "Procurando Dory" está incrível e conta a história da infância da Dory, da sua relação com os pais e etc. 

Tudo começa um ano após Dory ajudar Marlin a reencontrar o filho Nemo, Dory  tem um flashback da sua infância com os pais e então parte em busca de reencontra-los. Muita emoção e aventura garantida pessoal!

Além de revermos Nemo, seu pai, e o pessoal do Coral onde eles moram, Dory também fará novos amigos no Instituto de Vida Marinha. Hank um polvo que perdeu um de seus tentáculos e é um mestre na camuflagem, Bailey  uma  beluga muito dramático e a simpática Destiny, um tubarão-branco — E por incrível que pareça Destiny também fala baleiês! E é uma amiga de infância da Dory.


A animação com certeza vai agradar desde os pequenos até os grandões, a história da Dory é linda e no filme é bastante abordado o problema dela com a perda de memória recente. 


Os efeitos estão impecáveis, como se passaram 13 anos depois da estréia de "Procurando Nemo" , o filme da Dory está mais implementado e com mais detalhes quase realistas. Valeu a pena esperar tanto tempo por uma continuação! 


A estréia no Brasil ocorre no dia 30 de Junho e conta com a dublagem de Antonio Tabet, do canal Porta dos Fundos, como o polvo Hank, e a apresentadora Marília Gabriela faz a locutora do Instituto de Vida Marinha.


5/5

Um comentário:

  1. Eu apenas preciso ver esse filme o mais rápido possível! Tenho visto críticas e comentários de várias pessoas que já tiveram esse privilégio e a ansiedade só aumenta! São muitos anos esperando por isso né? KKKK AMEI <3 Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir