13.7.16

CRÍTICA DO FILME: O BOM GIGANTE AMIGO (The BFG)


A convite da Walt Disney Pictures nossa correspondente Pam Thuane já conferiu "O bom gigante amigo" confira a crítica LIVRE DE SPOILERS:

O longa conta a história da garotinha Sophie que mora em um orfanato para meninas em Londres,  mas vive sozinha e sem ter com quem conversar e brincar. Sophie sofre de insônia e passa as noites perambulando pela casa com o gato de estimação.  

Foi em uma noite em que Sophie estava lendo seu livro na cama quando de repente ouviu um barulho vindo da rua. Corajosa a pequena órfã foi até a sacada e viu  o gigante de 7 metros BFG que com medo de Sophie contar sobre ele para os outros humanos,  raptou a garotinha e levou para sua casa na Terra dos gigantes. 

Com o tempo Sophie viu que o gigante era muito amigável e tinha uma alma bondosa, apesar de sua aparência assustadora. A amizade entre os dois cresce e Sophie tenta ajudar BFG a não ter medo dos outros gigantes da ilha,  que vivem o perturbando por ser menor e por não comer as criancinhas. 


No decorrer do filme Sophie também ajuda BFG a falar corretamente, os momentos mais engraçados são quando ele troca e mistura as palavras. 

Até a Rainha da Inglaterra se aventura para ajudar Sophie e BFG a impedir os gigantes malvados. Uma história mágica que nos mostra que a aparência não é nada perto do que temos dentro de nosso coração.

Os efeitos do filme são incríveis e é maravilhoso ver a riqueza de detalhes, apesar de em alguns momentos o filme ser um tanto quanto enfadonho devido a presença predominante de apenas dois personagens em cena, o longa o consegue entreter e encantar. 

O filme é dirigido por Steven Spielberg e será lançado para o público geral no dia 28 de Julho.

4,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário