Critica do filme "Sete Minutos Depois da Meia Noite"

3.1.17


LIVRE DE SPOILERS

Conor O'Malley é um garoto de 12 anos que está enfrentando diversos problemas: Sua mãe está com câncer e nenhum tratamento está funcionando, seu pai está ausente e ocupado com a nova família, sua rigorosa avó anda pegando demais no seu pé e sem contar o bullying sofrido na escola.

E para piorar algo começa acontecer: Exatamente as 00:07, um gigantesco monstro feito de árvores sai debaixo da terra e faz uma visita a Conor. Todos os dias, no mesmo horário, sete minutos depois da meia noite, o monstro irá contar uma história, e após três histórias contadas, será a vez de Conor contar a sua.

A cada visita daquele monstro e suas histórias malucas, Conor começa a entender um pouco de sua própria vida e talvez arrumar alguma solução para seus problemas. O longa, apesar de ser gravado no Reino Unido, e contar apenas com atores britânicos, é dirigido pelo espanhol: Juan Antonio Bayona que fez um belíssimo trabalho.



Visualmente falando, o filme é um deleite para os olhos. Sempre contando com tons sombrios, o que poderia ser mais uma fantasia boba acabou se tornando um filme emocionante que em diversos momentos pode arrancar lágrimas dos olhos daqueles que estão assistindo.

O orçamento não foi poupado e os efeitos especiais estão ótimos, toda vez que o monstro aparecia em tela, o público vibrava na sala do cinema, e era ótimo ver como as histórias contadas por ele eram refletidas na vida de Conor. Também vale ressaltar a atuação impecável de todos os atores, com ressalva para o ator mirim Lewis MacDougall que fez um trabalho surpreendente para sua idade. O filme segue uma pegada parecida com O labirinto do fauno, um drama fantasioso e que emociona adultos e entretêm os jovens. É possível fazer diversos elogios para esse longa que praticamente não teve pontos fracos. Então aqui fica a recomendação: vale muito a pena assistir. Lembrando que ele é baseado no livro de mesmo nome, escrito por Patrick Ness e lançado pela editora Novo Conceito aqui no Brasil.

O filme estréia dia 5 de janeiro de 2017. 

5/5

Um comentário:

  1. Que bacana, não tinha ouvido falar.
    Fiquei interessada.
    Bjão

    www.jeanecarneiro.com.br

    ResponderExcluir