24.2.17

Crítica do filme "Monster Trucks"


Em Monster Trucks, Tripp (Lucas Till) é um adolescente que está infeliz na pequena cidade onde mora, que é controlada e movida por uma unica empresa que perfura o solo em busca de petróleo. Em certa noite, a perfuração atinge um nível tão profundo que liberta criaturas pré-históricas que vivem em subsolo a milhares de anos. Uma dessas criaturas vai parar no ferro velho onde Tripp trabalha em busca de óleo de carro, que é feito de petróleo, para se alimentar. E assim, começa uma incrível e improvável amizade.

LIVRE DE SPOILERS

Monster Trucks é uma cômica mistura de 'Transformers' e 'Como treinar o seu dragão'. Com roteiro de Derek Connolly (Jurassic World: O mundo dos Dinossauros), o longa tem uma historia muito divertida, com muita aventura, emoção e até pode tirar algumas lagrimas dos mais sensíveis.

Lucas Till (Tripp) consegue mostrar tudo que é preciso em seu personagem, assim todos conseguem enxergar os seus sentimentos mesmo quando o próprio personagem quer os esconder. Meredith (Jane Levy) tem uma paixão platônica por Tripp, o que traz um ar de fofura nos seus momentos juntos.

Creech, o Monster do filme, é um poço de fofura e carisma que conquista todos os personagens e todos que estão assistindo também. Ele não agrada somente na personalidade, mas também em sua aparência que conta com uma ótima computação gráfica.

Monster Trucks, é um filme para todas as idades e sem contra indicações, não se trata de um filme que possa ser um fenômeno mundial, mas ainda sim é um filme para se deleitar da emoção, aventura e do humor.


3,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário