Descrição

Sejam bem vindas ao seu portal feminino de notícias sobre cinema, livros e cultura pop. Recheado de dicas de comportamento e cobertura de eventos, sempre de um jeito ácido porém sensível!

Facebook

Curta nossa página no Facebook

Twitter

Acompanhe o nosso Twitter

Youtube

Inscreva-se no nosso canal
Inscreva-se
21/02/2017

Review: Shadowhunters - 2x08 Love Is a Devil (O amor é um demônio)


POSSUI SPOILERS DO EPISÓDIO

CURTAM: SHADOWHUNTERS BR

Clary e Jace contam para Luke a verdade sobre a Espada da Alma, o que ela pode fazer e sobre a visão que tiveram quando tocaram o anjo: um demônio que ao tocar a espada se desintegrava junto com ela, ou seja, um jeito de destruí-la. Ele não aceita bem o fato de que eles esconderam essas informações por tanto tempo mas os perdoa e diz que enquanto eles descobrem mais sobre o determinado demônio, vai procurar sua irmã – que foi raptada por Valentim.

Max volta ao instituto de Nova York para sua cerimônia de runas. Robert não poderá comparecer e isso desperta suspeita nos outros Lightwoods. Maryse ainda está relutante com o relacionamento de seu filho e por isso Alec pede a Magnus que organize uma festa em homenagem a Max. Apesar de não aprovar, Maryse acaba concordando com a festa.

Valentim se encontra com Iris – a feiticeira que enganou Clary no 2x05 – e mantém sua “filha” de refém caso ela não faça exatamente o que ele mandar.

Izzy está prestes a ser atacada por vampiros ao ir procurar veneno para saciar seu vicio por Yin Fen – feito com veneno de vampiros –, mas é salva por Raphael. Ele tenta convencê-la a parar, mas é a shadowhunter que o convence a mordê-la.
Mesmo prometendo que seria a ultima vez, ela o procura de novo, mais a frente do episodio, dizendo que precisa parecer forte na presença de sua mãe. Ele primeiramente nega, mas ela o seduz - cortando seu braço - e com a visão de sangue ele não resiste.
Depois ele tem uma conversa de incentivo e tenta explicar que o vicio só vai prejudica-la e que ela é mais forte do que isso. “Você é uma das shadowhunters mais fortes que eu conheço.”

Simon se declara para Clary e mesmo que não diga com todas as palavras, ela parece sentir o mesmo. Eles se beijam e vão para festa de Magnus juntos. Logo que chegam já dão de cara com Jace, que apesar de obviamente estar com ciúmes, os trata muito bem e deseja felicidades ao casal.
O clima da festa não está nada bom com Maryse e Magnus no mesmo cômodo, e piora ainda mais quando Max o ofende e diz que Jace não é seu irmão quando ele tenta defende-lo.


Algumas pessoas da festa são enfeitiçadas e começam a ver coisas baseadas em suas inseguranças. Clary vê Simon beijando Maia e terminando com ela. Jace vê Maryse tentando mata-lo e acaba atacando-a de volta. Alec vê Clary culpando-o pela morte de sua mãe e tenta se matar.

Finalmente, Magnus percebe o que está acontecendo e lança um contra feitiço que tira todos desta nevoa. Mas, durante, seu livro de feitiços é roubado e a culpada é Iris, que se transfigurou em um gato e que também foi a responsável pelo feitiço que confundiu a todos. Magnus a manda para Clave mas antes ela cobra o favor devido por Clary, que deve achar Madzie.
Clary e Jace contam a verdade para todos. Sobre o anjo, a espada e as runas. Magnus diz que havia shadowhunters que conseguiam se comunicar com anjos por que tinham sangue angelical em seu corpo e que era a única razão plausível para isso acontecer com Clary.

Clary está aflita com as novas revelações de que ela pode ser usada para ativar a espada e Jace diz que não sairá do seu lado enquanto ela estiver em perigo.
Temos o ritual de runas de Max e Maryse se desculpa com Jace. Diz que nunca se arrependeu de te-lo acolhido. Jace e Alec descobrem que Robert está traindo Maryse.
O episódio acaba com Valentim e Madzie tomando sorvete juntos.

Não foi o melhor episódio da temporada de Shadowhunters. Apesar das atuações terem se mantido constantes não houve nenhum progresso e os efeitos especiais regrediram bastante. Depois de um cerimonial fúnebre tão bem trabalhado no episódio 2x05, a cerimônia de runa de Max – uma das cerimônias mais importantes na vida de um caçador de sombras – foi simples e pessoal, não necessariamente feia, mas bem abaixo do esperado pelos fãs. Não há como negar a satisfação de ver Maryse demonstrar seu amor por Jace, e provar que é humana apesar de tudo. E finalmente ver Simon se declarar para Clary – coisa com que ele luta desde o piloto – e ter os sentimentos correspondidos, foi gratificante.

3,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário