6.5.17

REVIEW: RIVERDALE - 1X12 Anatomy of a Murder


O que dizer desse episódio?

Ele se inicia exatamente onde o 11 terminou, todo mundo preocupado com Jughead e com o feeling de que FP é inocente.

POSSUI SPOILERS DO EPISÓDIO

Apesar de após terem encontrado Jug ele ainda continuar achando que seu pai é culpado, Betty, Archie e Veronica continuam em sua missão de investigar a história por trás do assassinato.

Archie pede ajuda para sua mãe e ela descobre um detalhe que acaba sendo muito importante para o desenvolvimento de tudo. O contato que FP ligou na sua unica ligação (aquela de direito quando se é preso) era Joaquim (aquele namorado do filho do xerife, sabe?) e todo mundo acha estranho, por que justamente ele? Por que ?

Então eles vão atras de Joaquim e ele conta que não sabe se foi o FP quem matou Jason, mas, ele ajudou a se desfazer do corpo e esconder as evidências depois que Jason foi morto. Ele também revela que talvez Mustang (um outro serpente que também estava lá no dia) pode saber mais alguma coisa.

FP acaba confessando que foi ele quem fez tudo. Matou Jason, roubou as fichas do xerife (naquele dia que as coisas do xerife foram reviradas lembra?) e tudo o mais. O que faz o pai de Betty estranhar, já que ele revela que foi ele quem revirou e roubou as fichas do xerife naquela noite, não FP. Mais um indicio de que talvez FP seja inocente e esta tentando encobrir alguém.

Archie, Veronica e o filho do xerife (que eu sempre esqueço o nome, btw) vão até o local onde Mustang 'mora' e o encontram morto depois de uma overdose de drogas, acionam a policia e encontram uma mala com as inicias H.L. (Hiram Lodge) repleta de dinheiro. Veronica já subentende que seu pai deve ter alguma ligação bem direta com a morte de Jason. Ao chegar em casa a mãe dela cai no choro sem dizer ao certo o por que.


Depois disso Joaquim resolve fugir mas, antes conta pra seu namorado (o filho do xerife) sobre a jaqueta do Jason (na review anterior eu comentei sobre o ep que o FP disse para o Joaquim guardar aquela jaqueta para servir de garantia). Ao encontrar a jaqueta eles descobrem um pendrive onde tinha um vídeo salvo que revela quem verdadeiramente matou Jason Blossom.

Cheryl resolve confrontar seus pais mais uma vez sobre a morte de Jason, tudo por que após o pai da Betty dizer para Betty e Alice que foi ele quem roubou as fichas do xerife, ele conta a verdadeira história dos Blossom x Cooper. Ao que tudo indica o bisavô das meninas não foi apenas morto por um Blossom, ele era um Blossom e foi assassinado por eles. Logo de repente a familia de Cheryl quis matar Jason por ele ter tido um filho com Polly que supostamente seria sua parente.

Ao serem questionados por isso os Blossom dizem que a Polly ser uma parente distante só reforçava o quanto seus filhos eram verdadeiramente Blossoms e que isso era bom.

O confronto de Cheryl não chega a conclusão nenhuma e o episódio vai seguindo.

Depois eles mostram o pendrive com o vídeo da morte do Jason ao xerife e a prefeita da cidade e ai a gente consegue ver o que eles viram. REALMENTE quem matou Jason foi seu pai. Seu próprio pai.

A história completa foi: Jason queria fugir com Polly, fingir que estava morto e blá blá blá como já sabíamos. Mas, quando ele procura FP ele vê a grana na certa por ele ser filho dos Blossom. E por mais que FP o ajuda a fugir ele decide ser agente duplo e conta para os Blossom o que ele estava tramando. Nisso ele arma uma emboscada prende o Jason, e ao chamar seu pai para buscá-lo ele o mata.

FP poderia ter contado a verdade ao xerife mas, o pai de Cheryl o ameaça dizendo que se ele o fizer, a vida de Jughead corre risco.

Seria meu sonho o pai do Jug sendo realmente um pai?

O episódio acaba sem muito desenvolver a história pós revelação. Então a season finale na semana que vem com certeza vai ser arrasadora!

5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário