REVIEW: GAME OF THRONES - 7X04 SPOILS OF A WAR

7.8.17

Daenerys finalmente aceitou os conselhos de Olenna Tyrell e deixou de ouvir os "homens ovelhas" de Winterfell e abraçou sua natureza de dragão.

POSSUI SPOILERS DO EPISÓDIO

Depois da conquista do Jardim de Cima, a Casa Lannister tem o ouro necessário para quitar suas dívidas. Eles obtiveram tal sucesso com o auxílio da Casa Tarly, anteriormente apoiadores dos Tyrell. O representante do Banco de Ferro parabeniza Cersei pelo sucesso e eficiência, também promete apoio durante o decorrer da guerra assim que receberem a quantia conquistada por Jaime. 

Lorde Baelish ataca mais uma vez, mas dessa vez ao tentar seduzir Bran. Ele lhe dá a adaga utilizada na tentativa de assassinato do garoto Stark para provar suas boas intenções de proteger os filhos de Catelyn. Bran pergunta a quem ela pertence, mas "Mindinho" confessa que a falta dessa resposta é que deu início a Guerra dos Cinco Reis. Posteriormente, Meera vem ao encontro de Bran para se despedir, já que deseja estar ao lado da família quando a grande guerra chegar. O Corvo de Três olhos demonstra total insensibilidade quanto a despedida e, por mais que seja lamentável, Brandon Stark morreu assim que o Corvo surgiu.

Um por um, cada um dos Starks retorna ao lar. Arya chega a Winterfell, mas os guardas não a reconhecem. Depois de uma leve ameaça, eles pedem que ela espere em um local até a chegada de Lady Sansa. Após discutirem sobre quem falaria com a Lady de Wintefell, eles perceberam que a garota tinha sumido. Sansa sabia exatamente onde a irmã estava: na cripta.

O reencontro das irmãs foi algo muito tocante. As atrizes Sophie Turner e Maisie Williams possuem uma amizade real fora das câmeras, e nessa cena foi possível presenciá-la. Suas personagens falaram sobre o pai, sobre a lista de mortes de Arya, sobre como será o reencontro com Jon e sobre o retorno de Bran. 

Arya vai até o irmão mais novo no Bosque Sagrado de Winterfell e vê uma nova faceta. Ele conta a ela que sabe sobre sua trajetória de vingança graças as suas visões. Bran então a presenteia com a adaga recebida de Lorde Baelish. Esse momento nos faz lembrar do primeiro episódio em que o garoto aprendia sobre lutas para ser um Lorde e Arya tentava ser transformada em uma Lady. Podrick e Brienne veem os irmãos Starks juntos e então têm certeza que Catelyn teve sua vontade honrada.

Na Pedra do Dragão, Daenerys e Missandei falam sobre a falta de notícias dos Imaculados, mas são interrompidas por Jon Snow. O Rei do Norte mostra a rainha Targaryen que, ao procurar o local para extração do vidro de dragão, encontrou desenhos dos Filhos da Floresta. Neles são contadas histórias onde eles se uniram aos Primeiros Homens para combaterem um inimigo em comum: os Caminhantes Brancos. Daenerys promete lutar pelo Norte, mas para isso continua exigindo a promessa de lealdade. Jon sabe que os nortistas não concordarão com um governante do Sul, mas a rainha argumenta que se o líder deles aceitar, eles o seguirão.

Tyrion traz as boas e más notícias sobre Casterly Rock. Daenerys está furiosa já que seguir os conselhos de seu Mão resultou na perda de todos os seus aliados. Ela decide que é hora de usar seus dragões e atacar a Fortaleza Vermelha, mas Jon diz a ela que o povo não a verá com bom olhos se a assimilarem com destruição. Será que ela o ouvirá?


Nosso querido Podrick está vivo, mas isso não é graças as suas habilidades de espadachim. Por sua sorte, ele tem Brienne ao seu lado para defendê-lo e treiná-lo. Arya os vê e pede para que a cavaleira também a treine. Nessa cena vemos o quanto a jovem desenvolveu sua técnica de luta, tendo momentos de igual para igual com sua oponente. De um andar superior, Sansa observa tudo ao lado de Lorde Baelish e se mostra incomodada, provavelmente por se sentir excluída ao ver os avanços de seus irmãos.

Jon e Sor Davos tem uma conversa sobre Daenerys, e ali há uma sugestão de interesse amoroso. Eles encontram Missandei pelo caminho, que questiona Jon sobre seu sobrenome diferente do pai (eles nem imaginam o mistério escondido). A conselheira também conta um pouco sobre sua história e a confiança que ela tem em sua rainha. Um navio Greyjoy aparece no horizonte e todos vão até a praia para recebê-lo. Theon está a bordo dele e tem seu reencontro com Jon após toda a traição aos Starks. Sor Davos tenta tirar o foco dessa mágoa  e pergunta sobre o ataque de Euron. Theon informa que veio pedir a rainha ajuda para resgatar Yara, mas ela não está na Pedra do Dragão.

O ouro chega a King's Landing para o pagamento do Banco de Ferro. A boa notícia não dura muito pois Bronn ouve a chegada de inimigos e o exército Lannister precisa entrar em formação. O exército dothraki aproxima-se rapidamente e não está sozinho... Daenerys monta Drogon

Jaime aciona seus arqueiros para tentar derrubar o dragão, mas é inútil. Sua melhor alternativa é pedir que Bronn utilize a balísta, já que ela obteve sucesso no passado. Em uma corrida contra o fogo, o mercenário atinge seu objetivo e, depois de duas tentativas de usar a arma, acerta Drogon. O filho de Daenerys perde altitude e chega ao chão, mas consegue destruir a balísta. A rainha tenta retirar a flecha do dragão e Jaime vê nessa uma boa oportunidade de matá-la. Entretanto, Drogon dispara uma chama na direção do cavaleiro, que é empurrado por alguém para dentro do lago. Jaime sobreviveu? Essa é a grande dúvida que o final do episódio nos deixou. 

Com a prévia do quinto episódio vemos uma Daenerys mais decidida e incontrolável, o que desperta aquele medo de vê-la seguir os passos do pai. O único personagem que ainda frustra em cena é Bran, já que ele carrega informações importantes, mas ainda parece apático. É provável que isso mude com o decorrer da história, mas não deixa de ser uma coisa que incomoda. Esse, sem dúvida, foi o melhor episódio da temporada. Apesar de ser o que possui menor duração, ele foi bem dinâmico e mostrou que a guerra com dragões pode conquistar ou arruinar Westeros.

4,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário