CRÍTICA DO FILME 'FEITO NA AMÉRICA' COM TOM CRUISE

8.9.17

Feito na América’ é baseado na história de Barry Seal – um traficante e piloto que é inesperadamente recrutado pela CIA para executar uma das maiores operações secretas da história dos EUA.

LIVRE DE SPOILERS

O enredo mistura bons elementos de ação com comédia, onde as poucas cenas de suspense tendem a criar, mesmo que superficial, uma catarse ao expetador – criando um elo com o personagem e assim uma empatia com o mesmo, trazendo uma abordagem mais leve a uma história tão caótica dentre as façanhas que Seal realizava. A narrativa procura deixar o protagonista como um resultado do meio, de seu ambiente de trabalho – como o próprio título sugere – ao invés de tomar algum partido julgando ou defendendo as ações do mesmo. Embora o filme tenha muitos aspectos políticos, o assunto é abordado de forma superficial e descomprometida, onde a relevância só existe para com os acontecimentos relacionados à Seal e como isso reverbera em sua vida.

O longa soube fazer um bom uso do período em que se é retratado – passagem dos anos 70 para os anos 80 – tanto em sua estética, como também se apoiando no fato da história ser baseada em fatos, adotando diversos artifícios para criar uma linguagem documental, que vão desde sua direção como também em como o filme foi editado.


A persona de Tom Cruise infelizmente se sobressaiu a Seal, embora o ator seja um acerto na escolha para viver o protagonista, entregando uma boa atuação dentro daquilo que esperamos dele, nos fazendo gostar de um personagem que normalmente nos manteríamos distantes. Mesmo que o foco esteja em Seal, os outros personagens – com talvez a exceção de Schafer, interpretado por Domhnall Gleeson – não tem grande destaque, a não ser quando necessários em poucos momentos para o crescimento do personagem.

Com um bom equilíbrio entre gêneros, ‘Feito na América’ consegue entregar – em duas horas de filme – um bom entretenimento. Embora não ouse, a trama te cativa a seguir a história ambígua de Barry Seal até o fim, onde tudo é imprevisível assim como as escolhas de seu protagonista, embalada em uma boa trilha sonora.


‘Feito na América’ chega aos cinemas dia 14 de setembro.

3,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário