11.12.17

PRODUTOR E DIRETOR DE 'JURASSIC WORLD' FALAM SOBRE O FILME EM SÃO PAULO

Foto: Cineclick

Jurassic World: Reino Ameaçado chega aos cinemas apenas em junho de 2018, mas o roteirista e produtor Colin Trevorrow e o diretor J.A. Bayona aproveitaram sua passagem pelo Brasil para conceder uma coletiva de imprensa. A convite da Universal Pictures, o Acidamente Sensível marcou presença e soube um pouco sobre o novo longa da franquia. 

Essa sequência se passa quatro anos desde que o parque temático e resort de luxo "Jurassic World" foi destruído por dinossauros fora das jaulas. Isla Nublar agora está abandonado por humanos enquanto os dinossauros que sobreviveram continuam a habitar nas florestas

Quando o vulcão dormente entra em erupção, Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) lideram uma campanha para salvar os dinossauros da extinção. Owen está motivado para achar Blue, sua raptor que continua sumida na floresta, e Claire desenvolveu um respeito pelas criaturas e agora fez delas sua missão. Ao chegar na instável ilha quando lava começa a escorrer, a expedição descobre uma conspiração que pode colocar o planeta inteiro em um perigo não visto desde a era pré-histórica.

O trailer pode ser definido em uma palavra: caos. Mas não se preocupe, segundo Bayona o longa não é tão conturbado assim. Ele começa com uma grande cena, vista no trailer, mas ao decorrer ele foca nos pequenos momentos. 

Para quem não sabe, faz vinte e cinco anos desde que Jurassic Park chegou aos cinemas com a direção do renomado Steve Spielberg. Diante disso, Trevorrow resaltou a grandiosidade que a franquia consegue atingir.
Há poucos filmes que podem conversar com o público igualmente por todo o mundo com diferentes culturas, perspectivas. E tem algo sobre dinossauros que todos são fascinados. É fascinante para mim, para os meus filhos e eu sinto que isso nunca acabará.
Na construção da estética e de linguagem Bayona teve um background rico para a construção da sequência, por isso ele conta que tentou resgatar aquilo que mais amava em Jurassic Park, como a cena icônica na cozinha em que Lex (Ariana Richards) e Tim (Joseph Mazzello) são perseguidos por dois velociraptors. O conceito desenvolvido pelo cineasta teve total respeito por conta de Trevorrow:

O visual é todo dele, não invadi sua visão e nem poderia. Mas o que posso dizer é que trabalhamos juntos e concordamos que Jurassic World é um filme colorido, que explora tons diversos



O retorno de Jeff Goldblum traz as questões morais a tona. Desde a relação dos seres humanos com os animais, até a responsabilidade que foi ignorada e apontada por ele no início da franquia. Ele basicamente diz o "eu avisei" para todos que os ignoraram. O diretor ainda completa a importância do papel de Goldblum fora das telas:

Os assuntos são bem atuais, estamos falando no mundo sobre a relação entre o ser humano e a ciência e acho que este é o momento exato para abordamos essa temática dentro da narrativa. 

Para a construção dos principais personagens, os dinossauros, foi utilizado não só o CGI, mas também um grande número de animatrônicos. Tentaram focar na composição de cor e texturas para que tudo parecesse o mais real possível, já que o público está cada vez mais exigente :

É fascinante construir algo que seja tão palpável assim. O impacto que isso gera tanto no elenco como na audiência é visível. Além disso, a performance dos atores melhora muito quando eles contracenam com os animatrônicos, adiciona Bayona.

A atriz Bryce Dallas é vista como uma figura importante, nessa sequência ela mantém sua postura e cresce em tela. Para quem ficou curioso sobre o uso do sapato de salto no filme anterior, Trevorrow lembrou a todos que ela não tinha ideia que teria que fugir de dinossauros, mas dessa vez ela está preparada e usando um par de botas:

Ela inicia o grupo de resgate, pois se sente responsável pelo que aconteceu com os dinossauros. É uma personagem forte, que ganha um destaque muito maior. Ver a evolução dela é fascinante, seu personagem cresce mesmo, disse o roteirista.

O roteirista e o diretor participaram do painel da Universal Pictures na Comic Con Experience na última quinta-feira (7) e lá lançaram em primeira mão o trailer de Jurassic World: Reino Ameaçado. Para eles a experiência foi incrível, tanto pelos fãs quanto pela presença da orquestra que tocou o conhecido tema da franquia.

 Foi incrível. Nós estamos vindo de Londres, ficamos presos todos os dias trabalhando na criação de efeitos visuais. Vir ao Brasil, ver todos os fãs pela primeira vez depois de trabalhar tão duro, mostrar parte do material foi maravilhoso.

Para completar, Trevorrow agradeceu a paixão dos fãs brasileiros e disse que não poderia ter sido melhor. Ficou ansioso? Nós também.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário