28.2.18

"A maldição da casa Winchester" traz longa (quase) assustador inspirado em fatos reais


A família Winchester é conhecida pela sua indústria que fabrica rifles. Após a morte do marido, dono da empresa, de Sarah Winchester (Helen Mirren) e de sua filha Anne, Sarah se vê sozinha. Na verdade, nem tão sozinha. Ela começa a receber visitas dos espíritos que os rifles mataram. Ela constrói uma mansão para se resolver com essas almas perdidas, que lá começaram habitar.

O filme é dirigido pelos irmãos Spierig e conta com o ator Jason Clarke, de Planeta dos Macacos, que faz o psiquiatra Eric Price; e a atriz Sarah Snook (Jessabelle - O Passado Nunca Morre) que está no papel da sobrinha de Marion.

A trama contém alguns sustos,mas não é algo que irá perturbar sua mente. O filme é meio politizado, pois contém uma mensagem bem clara contra o tráfico e uso de armas de fogo. Algo bem importante neste momento, já que nos EUA ocorreram mais de 15 atentados em escolas neste ano.


Nenhuma surpresa na área das atuações, porém a atriz Sarah Snook tem uma cena que chama a atenção. Ela consegue mostrar a coragem de uma mãe e o desespero também; a atriz consegue passar essa sensação para o espectador.

Algo que chama a atenção são os cenários. O cenográfista Matthew Putland fez um ótimo trabalho, ele conseguiu trazer alguns elementos que deixaram a mansão e todo ambiente da Califórnia do ano de 1881 idêntico.

O roteiro não é muito bem desenvolvido e consegue-se descobrir o desfecho da história logo no primeiro ato. E no final, eles deixam uma ponta para fazer uma continuação, algo meio clichê.

Uma curiosidade, o filme foi inspirado em fatos e a casa é uma atração turística nos EUA. Se você gosta de histórias que envolva fantasmas, é um bom filme.

Nota: 2,5/5
Distribuição:
Estreia: 01/03

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário