9.2.18

"EU, TONYA" TRAZ A MELHOR ATUAÇÃO DE MARGOT ROBBIE


Em "Eu, Tonya" Margot Robbie surpreende a todos com sua atuação impecável. A trama conta a história da patinadora Tonya Harding (Margot Robbie), que desde criança vive um relacionamento abusivo com a sua mãe, LaVona Harding (Allison Janney), que usava da violência física e emocional para conseguir a perfeição da sua filha na pista de patinação. 

Quando Tonya cresce, se casa com Jeff Gillooly (Sebastian Stan), na qual, vive outro relacionamento abusivo. Durante o filme, Tonya luta para ser reconhecido pelo seu talento e conseguir ir para as Olimpíadas de Inverno de 1994. Para atingir os seus objetivos, ela se envolve em uma confusão que pode mudar a sua vida.

Normalmente, biografias não são tão legais, mas Eu, Tonya conseguiu inovar. O roteirista Steven Rogers escreveu um roteiro criativo e divertido. Contendo entrevistas dos próprios personagens mais velhos narrando os acontecimentos, quebras da quarta parede e cenas totalmente fidedignas, o filme consegue divertir o espectador. 


Mas, quando se trata dos assuntos mais sérios, como os relacionamentos familiar, amoroso e da mídia abusivos, e o preconceito nas competições de patinação, ele consegue passar a sua mensagem dramática e criar um pensamento crítico.

A trilha sonora está bem trabalhada e merece uma atenção especial. Outra área que chamou a atenção, foi a montagem do filme. As duas juntas conseguiram deixar o filme mais leve e dar emoção para as partes mais interessantes.

O longa conta com um bom elenco. Quem diria que um dia iriamos ver Arlequina e o Soldado Invernal, como um par romântico? Margot Robbie brilha nesse papel, conseguimos ver como ela se entrega a sua personage. Não é atoa que ela está concorrendo ao Oscar de Melhor Atriz. Porém, Allison Janney rouba a cena no primeiro ato da trama, conseguindo ser uma mãe egoísta, mas que acha que está proporcionando o melhor para a sua filha.

Uma parte interessante do filme, é quando Tonya fala que acha que o erro está nela, pois todos que a amam, batem nela. Essa é a reação de quem vive relacionamento abusivo desde pequena, pois ela não consegue perceber que o amor não bate, não humilha. Apenas ama! Se você está procurando a melhor atuação da Margot Robbie, achou. Super recomendado.

Nota: 4,5/5 
 Estréia: 15/08
Distribuição: California Filmes

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário