7.2.18

O LIVRO "MINDHUNTER" TRAZ OS RELATOS DE JOHN DOUGLAS O MESTRE SOBRE SERIAL KILLERS


O nome "Mindhunter" pode não ser estranho pra você, afinal ele é o nome de um seriado da Netflix, o que você pode ou não saber é que esse seriado foi inspirado no livro que iremos comentar hoje.

"Mindhunter" traz os relatos de John Douglas sobre alguns dos seus casos como analista do FBI, o cara é um gênio quando o assunto é serial killers e foi o pioneiro na criação dos perfis psicológicos e comportamentais que são utilizados para decifrar e entender a mente dos serial killers, foi ele quem teve essa ideia e passou anos de sua carreira tentando provar o quanto ela dava certo.

O livro se inicia contando justamente fatos da vida pessoal do próprio John Douglas o que é ótimo por que nos situa um pouco mais sobre quem ele é e sua personalidade, isso é abordado nos primeiros capítulos. Logo depois começamos a ser introduzidos nos crimes mais obscuros e cruéis que você possa imaginar, talvez pela contextualização da vida de John logo no início do livro a trama demora um pouco para ganhar ritmo, mas quando ganha você não vai conseguir parar de ler.

O livro também conta com imagens que ajudam a ilustrar ainda melhor a trama


Um dos pontos altos da trama é que além de contar detalhes sobre os casos também acaba revelando alguns segredos do FBI.

Vale lembrar que o livro trata mais do processo de racionalizar um crime do que a execução do mesmo em si, a gente entende muito melhor a mente de John na hora de estar tentando solucionar um crime do que a mente do serial killer que o fez, sabe?

"Mindhunter" é escrito por John Douglas com a ajuda de Mark Olshaker e é um prato cheio pra quem gostou da série e ficou com curiosidade de saber mais sobre esse universo.

Escrito por: John Douglas e Mark Olshaker
Editora: Intrínseca
Nota: 3,5/5
Páginas: 384

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário