Pesquisar este blog

Slide

Filme "Capitã Marvel" veio para empoderar e inspirar mulheres


Capitã Marvel era de longe um dos filmes mais esperados pelos fãs do universo cinematográfico da Marvel, afinal ele marca a primeira vez que temos um filme de herói protagonizado por uma mulher nesse universo.

O longa se inicia com a Capitã Marvel (Brie Larson) mostrando seus poderes, porém de uma forma bem limitada. Para quem conhece um pouco sobre a história da heroína, sabe que isso é só uma questão de tempo, até a mesma mostrar todo o seu potencial.


Nostalgia é uma das sensações que as pessoas que passaram pela década de 90 vão sentir, já que o filme perdura nesses anos. A trilha sonora com as músicas da época é o que dá uma dose de emoção onde a vontade de cantar junto ao decorrer das cenas acaba se tornando grande.

Capitã Marvel vem para quebrar o estereótipo de que mulher é o sexo frágil,  e apresenta que funções que antes eram designadas apenas para homens, podem sim serem ocupadas por mulheres. 



Nick Fury (Samuel L. Jackson) mais novo é o que gera a maior parte cômica, principalmente em como ele trata Goose (gato que anda com o grupo durante boa parte do filme). Além disso, o filme explica sobre como ele perde o olho, se tratando de uma cena importante e engraçada.

Apesar de poucas cenas terem realmente nos chamado a atenção, queremos destacar a cena em que Capitã Marvel descobre sua verdadeira identidade  que com certeza irá despertar o seu interesse e também a cena ela  descobre de fato quais são todos os seus poderes de longe é uma das cenas mais impactantes.

Jude Law entrega um excelente personagem que é dono de um dos plot twists mais interessantes da história.




Infelizmente o longa acaba deixando a desejar no quesito: trazer algo novo, ele segue bem o estilo da narrativa que já estamos acostumados, e por ser um filme introdutório da personagem no universo tem seu ritmo um tanto quanto lento, e quando finalmente consegue engrenar já está em seus minutos finais.

Os efeitos são satisfatórios, e as atuações conseguem convencer, Brie Larson tem todo o carisma necessário para sustentar a Capitã que queríamos ver em tela.

Capitã Marvel vale o ingresso por não ser somente um filme de herói, mas por servir de inspiração para jovens mulheres, e por trazer a história de uma das mais importantes heroínas do universo Marvel.

NOTA: 4/5
ESTREIA: 07/03

super hero GIF

revisão: Djenifer Dias


No facebook

>> Acompanhe também

No Youtube

>> Vídeo novo toda semana

Vídeo

Vídeo

Vídeo

No Spotify

>> Ouça as nossas playlists no spotify