EM SUA 5° TEMPORADA, OUTLANDER AINDA TEM MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR

Imagem

A série baseada nos livros de Diana Gabaldon, chegou a sua 5° temporada. O primeiro episódio estréia na madrugada de domingo, dia 16, para segunda-feira, 17, às 00h e recebeu o nome de “A Cruz Ardente”. O AS já assistiu e sem spoilers irá te contar as primeiras impressões.

Lançada no ano de 2014, Outlander conta a história de Claire Beauchamp (Caitriona Balfe) uma enfermeira de combate, que misteriosamente durante sua lua de mel, é transportada do ano de 1945, para o ano de 1743, onde conhece Jamie Fraser (Sam Heughan) e a partir de então vive uma série de aventuras dividida entre dois mundos e dois homens, James e Frank Randall (Tobias Menzies).
Após 6 anos desde seu lançamento a série ainda tem muita história para contar. E a 5° temporada promete ter uma narrativa de prender a atenção.

A 4° temporada termina com o nascimento do neto dos protagonistas e estes construindo um novo lar na zona rural da Carolina do Norte, ou como é chamado, Novo Mundo, e foi considerada por alguns como decepcionante, e rendeu muitas críticas (por conta do afastamento da história de Claire e Jamie – o coração da história - e pelo foco maior em outros aspectos e personagens). Já o primeiro episódio dessa nova temporada retoma com o tom de romance anteriormente “perdido”.  

O ponto principal do primeiro episódio é totalmente o amor, entre amantes – e não no sentindo literal da palavra – família e amigos. É inegável a emoção que se sente. A combinação de direção de arte, cenários de tirar o fôlego, figurinos impecáveis, fotografia de primeira qualidade e principalmente de uma trilha sonora que não possui erros, provoca imensos arrepios.

As primeiras cenas são do casamento de Brianna Fraser (Sophie Skelton), filha de Claire e James com Roger MacKenzie (Richard Rankin), que encantam não só pelos detalhes da cultura e dos costumes da época, mas também pela emoção que se é passada através da cena. É no casamento que surge os primeiros conflitos da história que irão guiar os próximos episódios da temporada. Convidados inesperados geram atritos que são uma introdução para uma trama maior. Sem citar mais detalhes, posso dizer que Murtagh Fraser (Duncan Lacroix) é um ponto importante.

O que sabemos é que uma revolução está para acontecer e Claire, por ser do futuro, também conhece essa história. Em uma luta para manter aqueles com quem se importam bem, iremos com certeza nos reparar com muita tensão. A cena final te deixa com um gostinho de quero mais e ansiosa para saber qual será o andamento da trama.

Senti ainda que a série continua com a essência de ironias e cutucões no que se era considerado normal para época e que hoje em dia não são, afinal Claire e Brianna sempre foram alguém “a frente de seu tempo”. O humor também está presente em muitas partes do episódio, trazendo um pouco de leveza para uma série que sabemos, aborda temas pesados.

Para fazer um breve resumo, o primeiro episódio não tem nada para desagradar, ele é uma ponte incrível para uma nova história que promete ser surpreendente. É de encher os olhos de qualquer um. Esperem por muita coisa boa.

Nota: 5/5
Estreia: 16/02
Distribuição: Fox