Resenha: Cante para eu dormir

Imagem
Editora: Pantorga
Escrito por: Angela Morrison
Páginas: 351
Nota: 10

Emocionante. Assim é Cante para eu dormir, um livro nunca me tocou tão profundamente como este. Ele narra a história de Beth, uma menina alta magra, que usava óculos fundo de garrafa e que convivia com seu rosto coberto de espinhas o que faziam todos a chamá-la de "A fera" pelos corredores da escola. Beth cantava em um coro da igreja e isso a fazia sentir melhor, graças a música e a Scott - seu melhor amigo desde criança - Beth conseguia sobreviver a cada dia. Graças a seu grande dom musical seu coro é convidado para uma grande competição de coros em outro pais - Suiça para ser mais exata - e com isso todas as integrantes do coro entram em um consenso: Tinham que fazer Beth ser bonita. Começaram então vários tratamentos para as espinhas, compraram roupas novas e ajeitaram os cabelos de Beth. Animada com as transformações a mãe de Beth resolve ajudar e lhe proporciona uma cirurgia que a faz enxergar bem sem precisar usar os óculos, Beth se torna uma pessoa completamente diferente exteriormente e com isso descobre que Scott seu melhor amigo a amava. Na verdade desde antes dela ser "bonita" Scott já a amava e sempre demonstrava isso, mas Beth se colocava tão pra baixo que não conseguia acreditar, achava que ele só a tratava daquele jeito por carência. 
Beth então vai a Suiça para a competição de coros e lá conhece Derek - um rapaz que havia conversado com ela uma vez pela internet e lhe dito que gostava muito de sua voz, Beth não lhe deu muita atenção pois se achava feia demais para ele e sabia que quando se conhecessem ele iria ver "A fera" que ela era e a esnobaria - porém quando o conhece Beth percebe que Derek era bem diferente do que ela imaginara. 
A trama vai acontecendo e Beth começa a se apaixonar por Derek em quanto ainda estão na Suiça, depois o sonho da viagem acaba e Beth deve voltar para seu país. Derek não morava muito longe mas, devido seu trabalho com o seu próprio coro não teria muito tempo para visitar Beth. Os dois resolvem tentar mantem a relação a distância. Assim que Beth retorna Scott esta com seus braços abertos jurando amor eterno e dizendo o quanto Beth estava errada em querer tentar uma relação com Derek que só gostava dela por que agora ela era bonita.
Em meio a dúvida sem saber se ficaria com Scott seu amigo desde infância que sempre a amou independente de sua aparência física, e que sim ela o amava ou se ficaria com Derek o charmoso cantor do coro Amabile que a conquistou na Suíça com seu jeito meigo e carinhoso, fora com ele que Beth dera seu primeiro beijo. Como se não bastasse tantos dilemas as brincadeiras que Blake - melhor amigo de Derek - fizera na viagem não paravam de rondar a cabeça de Beth toda vez que Derek dizia que não podia ir visitá-la - Blake havia dito que Derek usava drogas - mesmo com as suspeitas de que sue grande amor poderia ser um drogado, Beth achava que ela poderia ser sua salvação.
Mais uma vez a trama se discorre e descobrimos que na verdade Derek sofre de Fibrose Cistica  , uma doença terrível que o faz viver no hospital. Beth fica arrasada por ele ter passado tanto tempo escondendo isso dela quando ela poderia o ajudar. Beth então começa a viver no hospital junto com ele só o deixando para realizar as provas escolares e depois voltando para seu lado.
O livro é triste e sentimental, conta histórias de amores que são belissimos apesar de ser um diferente do outro. Te ensina a dar valor a coisas que realmente valem a pena, nos mostra que aparência não é nada. Nos traz uma verdadeira lição com seu desfecho tão surpreendente e arrebatador de arrepiar qualquer leitor que entregar seu coração durante a leitura.
Encerrei as últimas páginas com olhos carregados de lágrimas, sem dúvida nenhuma esse livro é um dos meus favoritos. É bonito, é singelo ... Sua simplicidade encanta e cativa. Foi um dos livros que mais me prendeu emocionalmente e será dificil me esquecer de Derek e Beth por um bom tempo. Uma curiosidade é que o personagem Derek foi inspirado em um rapaz chamado Matt que teve a mesma doença que ele e acabou tendo o mesmo fim. Essa é uma leitura extremamente recomendada e que vocês irão amar.

Parte mais marcante do livro:
Tiveram várias partes. Quando ela dá o seu primeiro beijo com Derek. Quando ela canta a "Canção da Beth" no final do livro. Quando ela pede para o Scott não deixá-la nunca. Quando Derek lhe diz seu "eterno" adeus e ela canta para ele dormir pela ultima vez.

Trechos mais marcantes do livro:
"Em nosso primeiro abraço,inesquecível,
Acreditei que o amor era possível." (Página 88)

"Prefiro ser infeliz amando você do que feliz com qualquer outra pessoa" (Página 277)
Uma resenha linda como esta só poderia ser a postagem premiada de sábado. A primeira pessoa que comentar irá ganhar os prêmios previstos na promoção FDS Premiado, veja as regras aqui. E não se esqueça de me mandar um e-mail com seus dados para: imdjeniferdias@hotmail.com