Resenha: O preço de uma lição

7.3.12

Estou lendo
Autores: Federico Devito e Gutti Mendonça
Editora: Novo Conceito
Páginas: 366
Nota: 08

Surpresa. Esse foi o sentimento que me tomou quando enfim – depois de mais de uma semana – terminei de ler “O preço de uma lição” . Esse foi o livro que eu mais demorei pra ler esse ano. Devo assumir que foi por puro preconceito por ter sido escrito por um ex colírio da  Capricho, apesar de ter certeza que o livro era bom. Afinal uma editora como a Novo Conceito não iria sair publicando qualquer coisa, então tomada pela confiança que eu tenho no trabalho dessa bela editora iniciei minha leitura.
No inicio eu tinha um milhão de pedras na mão, achei a história fraca, muitas vezes o personagem principal – sem nome definido, uma peculiaridade e tanto do livro – parecia ser feminino demais – já que era um garoto – as coisas que ele dizia e fazia por mais que o rapaz fosse romântico eram impossíveis de acreditar serem verdadeiras por isso não tinha credibilidade nenhuma. Depois o personagem foi ficando mais velho e com isso o seu comportamento foi mudando e com isso meu conceito do livro foi melhorando.
Em suma a história conta as desventuras que o personagem principal passa durante seus relacionamentos amorosos desde bem novinho. É namorada que não beija, é namorada que só vai namorar mesmo quando receber um sinal divino, é irmã da namorada apaixonada por ele, uma confusão só!
Tendo todo esse histórico de romances mal resolvidos nosso querido personagem principal – que narra a história – que resolve parar de ser o bom moço, começa a sair ficando sem compromisso com quem vier na cabeça, até conhecer uma mocinha – que não vou revelar o nome – o namoro com ela era perfeito, ela era amiga companheira e com isso faz o nosso querido garotinho sem nome se apaixonar por ela cada vez mais e nem ele percebe isso. Porém ele fica tão cego de amores que começa se comportar como um tremendo babaca querendo atenção demais, sendo ciumento e até egoísta por não se importar com o que acontecia com sua amada apenas com ele mesmo querendo que ela sempre esteja com ele. Nisso ela acaba terminando com ele, que por puro orgulho resolve aceitar o término. Mas, depois ele percebe que ela era o verdadeiro amor da vida dele e então começa a refletir sobre tudo o que fez. Ele deveria correr atrás dela? Será que ela o perdoaria?
O livro me arrancou boas risadas e ensina que devemos pensar bem no que fazemos aos outros pois tudo o que você faz sendo bom ou ruim acaba voltando pra você.
Se for atribuir uma nota seria oito. A história é boa apesar de ter seus momentos clichês, mas não condeno os escritores por isso afinal qualquer livro que seja de romance não consegue escapar do estereotipo de ter um ou outro clichê, não é por isso que o livro deixa de ser bom.


Trechos mais interessantes do livro

“– Enquanto existir um motivo para ficar com ela, prefiro apostar nesse motivo. (página 72)”

“Eu ficava embasbacado de vê-la, as palavras fugiam. (Página 73)”

“Alguns dizem que quando acabam as palavras, acontece o beijo. Não é verdade. A verdade é que o beijo acontece por que ele diz coisas que precisam ser ditas, e as palavras não conseguem dizer. (Página 77)”


5 comentários:

  1. Amei a resenha não sabia que o livro tinha sido escrito por um colírio da capricho,qualquer teria preconceito,mas eu adoro um romance e acho que iria me divertir com esse.
    Te seguindo no blog e twitter segue de volta para que eu possa acompanhar o seu trabalho tb?E se não pedir muito comenta uma de minhas resenhas:Amante Meu,Cobiça.A Cruz de Morrigan....
    roubando-livros.blogspot.com
    @stelafinger

    ResponderExcluir
  2. Nem sabia que quem é o autor do livro é um colírio da capricho, mais que livro ótimo.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Djeninha! Estou ansiosa para ler O Preço de Uma Lição! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. tenho o livro mas nao tenho previsao de qdo irei ler.
    lendo a resenha (a primeira que li desse livro e muito boa, parabens!) até fiquei curiosa.
    e colirio da capricho? nem sei quem foi rsrs e nunca li essa revista! qdo eu era adolescente gostava de querida e todateen! nem sei se existem ainda hahahahaha!

    ResponderExcluir