14.8.12

Resenha: Cilada - Harlan Coben


Leitura AtualAutor: Harlan Coben 
Editora: Arqueiro
Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página.

 

Sobre o livro

Cilada é um livro repleto de reviravoltas, onde Harlan Coben narra uma história intrigante e cheia de temas polêmicos. Tudo se inicia quando Wendy uma jornalista sensacionalista resolve armar uma verdadeira "cilada" para Dan Mercer que é um homem divorciado que ajuda jovens que sofreram algum tipo de violência. O caso é que depois de Wendy armar essa tal "cilada" a Dan, ele começa a receber ameaças de morte entre outras coisas, já que Wendy o acusou de ser pedófilo. Nisso uma garota é achada morta e logo todos começam a especular que foi Dan quem a matou. Porém, Dan também morre então digamos que eles não vão poder perguntaram a ele o que aconteceu.
Tendo em vista todos os acontecimentos Wendy começa a pensar que pode ter acusado um inocente de ser pedófilo então ela vai mais a fundo nas investigações.
O mais interessante nesse livro é que nada é do jeito que você pensa que é, a linha de raciocínio que você tenta criar para solucionar os crimes e quem os cometeu acaba sendo quebrada justamente por nada ser do jeito que você pensa.

 Melhor Quote
 "É sempre um erro me aproximar demais das pessoas, mas, mesmo sabendo disso,não me contenho"
Cilada - Página: 9

Sobre o autor

Harlan Coben é autor de outros 17 livros - entre eles Confie em mim, Não conte a ninguém e Desaparecido, publicados pela editora Arqueiro - e vencedor de diversos prêmios, sendo o único escritor a ter recebido o Shamus, o Anthony e o Edgar Allan Poe, a trinca de ases da literatura policial americana. Suas obras já foram traduzidas para 37 idiomas em 12 países.

Considerações finais

É uma leitura mais do que recomendada, eu nunca havia lido nada de Harlan Coben e me surpreendi por ele ser ainda melhor do que já tinha ouvido falar. Cada virada de página é uma nova surpresa o que torna o livro ainda mais instigante.

Um comentário: