21.12.15

CRÍTICA DO FILME: A PELE QUE HABITO



Sei que esse filme já é um tanto quanto antigo, mas só tive a chance de assisti-lo ontem. Tendo em vista minhas tão esperadas e desejadas férias, irei poder assistir todos os filmes que tenho vontade. Yay! e vocês vão conferir várias críticas. Tanto de filmes novos que estão em cartaz quanto desses mais antigos.

OBS: Tem esse filme no NETFLIX

"A pele que habito" conta a história de Robert Ledgard um cirurgião que após perder sua esposa em um trágico acidente de carro onde a mesma morreu queimada, começa a trabalhar em uma pele humana mais forte e resistente ao calor.

De início a história parece simples e de fácil dedução sobre o que irá acontecer depois, porém o filme começa dar reviravoltas e trabalhar com a ordem cronológica dos fatos.

O mais interessante desse filme é justamente isso. O modo como a história nos é contada. Primeiro ele nos lança os fatos. Depois ele volta no tempo e nos mostra os detalhes e as motivações de cada personagem que fazem com que toda a história mude.

É um daqueles filmes que você não pode piscar, se não vai perder algo importante.

SPOILERS DO FILME A SEGUIR

Descobrimos então que o tal acidente só aconteceu por que a mulher de Robert o largou para ficar com seu irmão e durante a fuga eles bateram o carro. Depois descobrimos também que na verdade a esposa dele não morreu. Ele conseguiu a salvar mas, seu corpo estava totalmente desfigurado - devido as queimaduras - e então ele começa um tratamento com ela.

Enquanto ela se recuperava Robert tentava deixar todos os espelhos escondidos para que ela não se olhasse. Porém um dia ela acaba vendo seu reflexo em uma janela o que a faz se jogar da mesma e morrer. Só que a filha dos dois acaba vendo toda cena, fato que a muda completamente.



Depois de ter visto a aparência da mãe, e o modo como ela se matou sua filha começa a ter transtornos psicologicos e então começa  tomar medicações pesadas. Porém em uma festa de casamento ela acaba conhecendo um jovem chamado Vicente que tenta fazer sexo com ela, apesar da mesma deixar bem claro que não queria. Ele chega a forçar até que ela começa a gritar alto demais e ele dá um tapa que a deixa desacordada.

Essa noite mudou para sempre a vida dela e de Vicente.

Depois disso ela nunca mais conseguiu ficar normal. Nem por breves minutos. Toda vez que alguém a tocava já era motivo de histeria.

Inconformado com a situação de sua filha Robert vai atrás de Vicente.

Durante o filme vemos Robert cuidando de uma paciente em seu quarto. Mas, só após a metade do filme descobrimos que a tal paciente era Vicente.

Robert o faz se transformar em uma mulher - espécie de vingança por ele ter violentado sua filha.

Porém após tantas cirurgias Robert deixou Vicente completamente parecido com sua falecida esposa, fator que acaba o fazendo se apaixonar por ele.

O filme como já disse é cheio de reviravoltas e foi extremamente bem feito e construído. Não consigo pensar em um só defeito.

Devo dizer que ele pode ser um tanto quanto perturbador, mas isso só o deixa ainda melhor. Todas as atuações, fotografias e cenários nos ajudam a se deixar levar ainda mais pelo filme.

5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário