22.1.16

REVIEW: SUPERNATURAL - 11X10 The Devil in the Details

sinto muito por ter atrasado um dia a review! semana que vem ela vai ao ar quinta-feira. Juro!

essa postagem possui spoilers sobre o episódio

O que foi esse início de episódio com o Crowley vestido de criança ostentando seu funko do Sam? Sonho meu ter um daqueles.

Finalmente Sam descobre que as visões que ele estava tendo não eram de Deus mas, sim de Lúcifer. Muito legal descobrir isso depois de já estar preso na jaula com ele né?

Crowley tem uma conversa com Rowena sobre o por que dela trabalhar com Lúcifer, depois voltamos a Dean que ainda não sabe o que aconteceu com o Sam. Dai quem aparece? CAAASTIEL!

OBS: ver o Misha em Supernatural depois de ter conhecido ele tem um outro feeling pra mim. A cada episódio meu coração bate mais forte por lembrar do dia que ficamos pertinho e até conversamos <3 (veja aqui)

Os dois tem uma curta conversa e voltamos a Lúcifer e Sam. Lúcifer quer convencer a Sam a ficar ao lado dele dizendo que ele é sua única escolha.Daí ele tem um flashback de quando ele era jovem, Lúcifer diz que ele mudou e voltamos a Dean.

O celular de Dean toca e na tela lê-se o número "666" adivinha quem o ligou? Crowley, que conta para ele que Sam está com Lúcifer.

Lúcifer começa uma série de flahsbacks sobre todas as coisas que Sam já fez e ele achou admirável e blá blá. Mas, eu ainda não consegui entender o que ele quer afinal e acho que nem o Sam - pelo menos até agora.



Dean resolve ir para o inferno para ajudar seu irmão.

Lúcifer finalmente mostra a que veio. Ele quis mostrar os momentos da vida de Sam que ele admirou e os momentos após onde ele fraquejou tudo para exemplificar seu ponto: Sam é fraco e precisa dele para acabar com a escuridão.

Enquanto Castiel vai investigar sobre a escuridão ele conhece Ambriel. E ela é um anjo. Até que bem engraçadinha com seu jeitinho de ser. 

Dean encontra Crowley no inferno que diz pra ele ficar tranquilo por que Lúcifer não vai matar Sam já que precisa dele. 

Castiel vê Ambriel sendo morta pela escuridão. Dai o dia que estava escuro fica claro. Foi como se a escuridão tivesse voltado a ser a escuridão sabe? Como se ela tivesse sugado a escuridão de volta pra ela. Ele até tanta brigar com a Amara mas, ela faz aquela expressão "Bitch please" se toca. Quem é você na fila do pão? E o manda para onde Dean foi para descer ao inferno.

Sammy acaba não aceitando ficar do lado de Lúcifer que obviamente fica indignado. Enquanto isso Rowena e Crowley juntamente com Dean estão trabalhando em um feitiço para prender Lúcifer ficar na jaula. 



Sam diz não para Lúcifer e os dois começam a brigar. Dean acaba ouvindo o barulho de seu irmão gritando e vai ajudar juntamente com Castiel. Dai começa a pancadaria.

Quando Lúcifer ia matar Cas adivinhem só? O feitiço funciona. 

Deu pra perceber que o Cas ficou super chateado com o que Ambriel disse: o fato dele ser descartável e apenas o Sam e o Dean serem os heróis. Eu não concordo com ela.

O episódio foi bom. E olha que eu ODEIO quando SPN se foca na "história" paralela sabe? Gosto quando eles são apenas os dois hunters atrás de criaturas sobrenaturais. Sempre que se foca na história de Deus e Lúcifer fico meio: ah não para! 

Mas, esse episódio conseguiu me agradar.

Dai adivinha só? 
Antes do feitiço terminar Cas acaba aceitando ser a casca de Lúcifer, tudo por que ele entrou na cabeça dele e o mostrou que se ele o ajudasse ele conseguiria acabar com a escuridão. Lembra que eu disse que o Cas tinha ficado meio abalado com que a Ambriel disse? Pois é. Creio que isso ajudou.

Tudo isso faltando apenas 1 minuto para o episódio acabar. Adorei. Por que o Misha é realmente um ator excelente e dar a ele a oportunidade de ser algo além do Cas é fenomenal.

4/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário