Descrição

Sejam bem vindas ao seu portal feminino de notícias sobre cinema, livros e cultura pop. Recheado de dicas de comportamento e cobertura de eventos, sempre de um jeito ácido porém sensível!

Facebook

Curta nossa página no Facebook

Twitter

Acompanhe o nosso Twitter

Youtube

Inscreva-se no nosso canal
Inscreva-se
28/10/2016

REVIEW: SUPERNATURAL - 12X03 THE FOUNDRY


CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO

No episódio da semana temos mais um dos clássicos. Aqueles episódios onde os Winchester simplesmente investigam algum caso aleatório e a história da temporada não é lá muito abordada.

Castiel parte em busca de Lúcifer e acaba encontrando Crowley que sugere que os dois deveriam investigar juntos já que ambos tem o mesmo objetivo.

Eles acabam encontrando o local onde Lúcifer estava mas Rowena já havia cuidado dele — pelo menos aparentemente.

Enquanto isso Dean e Sam tentam deixar sua mãe mais a vontade com a nova vida, porém enquanto Dean estava feliz e achando que tudo corria bem Sam já sentia que sua mãe não parecia muito feliz. 


Mary estava tendo problemas para se encaixar e se sentir em casa então decide buscar um caso para eles trabalharem. O caso da vez é de uma criança que chora e depois as pessoas aparecem mortas. 

Depois de trabalharem juntos no caso e solucionarem o problema Mary acaba desabafando com seus filhos que na verdade ela *queria estar morta* hehe 

A cada dia estava ficando mais dificil para ela conseguir se adaptar e com isso ela decide que o melhor seria ela morrer — de novo.

Se ela já cuidou disso ou não o episódio deixou meio que aberto. Ela simplesmente se despede dos meninos e sobe para o outro andar da casa. 


Teve uma cena da Mary conversando com o Castiel que me fez shippar os dois — me julguem.

Como eu disse no início o episódio da semana não foi muito revelador, mas mesmo assim consegue agradar os hunters, já faz parte do 'jeitinho' da série ter alguns episódios mais 'de boinha' para a gente conhecer e entender um pouco mais o que se passa na cabeça dos personagens no momento em questão.

Uma coisa que eu notei é que o Castiel voltou COMPLETAMENTE a ser o Castiel. Ok, deixa eu explicar. Logo quando ele começou a aparecer na série ele quase não tinha expressões faciais o que é completamente correto já que ele é um anjo e não possui sentimentos. Porém no decorrer dos episódios e a convivencia com os Winchester ele começou a mudar e se tornar 'mais humano' de uns tempos pra cá senti que essa 'humanidade' sumiu dele. Mais alguém se sentiu assim?


4/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário