25.1.17

CRÍTICA DO FILME 'RESIDENT EVIL 6 - O CAPÍTULO FINAL'


LIVRE DE SPOILERS

Em 'Resident Evil 6: O Capítulo Final', Alice (Milla Jovovich) tem 48 horas para retornar para Raccoon City e definir de uma vez por todas o destino da Raça Humana, agora que a Umbrella Corporation tenta aniquilar todos os sobreviventes restantes do apocalipse. Em uma corrida contra o tempo, Alice vai unir forças com velhos amigos, e um aliado improvável, em uma batalha repleta de ação com zumbis e novos monstros mutantes. 

Resident Evil 6 :O Capítulo Final consegue unir os pontos em abertos dos outros filmes e criar um desfecho digno e surpreendente para o longa . É interessante ver como vários elementos dos filmes anteriores foram deixados intencionalmente em aberto para que pudessem ser resolvidos nesse.

Enquanto o longa consegue atrair a atenção do público com situações muito bem resolvidas, o desenvolvimento dos novos personagens é basicamente inexistente, deixando que apenas Alice e Claire Redfield (Ali Larter) consigam uma certa empatia com o público afinal as duas tem uma longa história juntas de atuação na série .



A química entre as duas continua ótima , e é muito bom ver uma franquia milionária ter mulheres como protagonistas. A atuação das duas foi maravilhosas e foram totalmente girl power neste longa da série

Para combater a poderosa Alice, a trama trouxe dois grandes vilões dos filmes anteriores: Dr. Alexander Isaacs e Albert Wesker, interpretados por Iain Glen e Shawn Roberts O elenco coadjuvante é pouco explorado neste longa, mas vale destacar a presença de astros em ascensão como a bela Ruby Rose e o cubano William Levy.

Possuindo cenas incríveis de explosões e cenas de ação, Paul W.S. Anderson entrega uma direção cuidadosa e decente Enquanto os últimos dois filmes da franquia deixaram o terror de lado para focar na ficção científica, 'Resident Evil 6: O Capítulo Final' consegue recuperar o espírito dos games e do primeiro filme e criar cenas bastante violentas e assustadoras, além de voltar o foco para as hordas de zumbis e os terrores do pós-apocalipse.

O longa vale a pena ser assistido pois ele te prende as situações de clímax de uma forma que você se esquece do mundo a fora.

5/5


*Crítica escrita pela colaboradora Kamilla Yasmin ♥

Um comentário: