25.4.17

Crítica do filme "Guardiões da Galáxia Vol.2"


Finalmente chega aos cinemas o filme que ultrapassa barreiras interestelares: Guardiões da Galáxia Vol.2. A convite da Walt Disney Pictures e da Marvel Studios o Acidamente Sensível esteve na cabine de imprensa e conta um pouco pra vocês sobre o que esperar.

Bom, dessa vez os Guardiões - Peter Quill (Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Baby Groot (Vin Diesel), Drax (Dave Bautista) e  Rocket Raccon (Bradley Cooper) - trabalham como mercenários e envolvem-se com os Soberanos e durante sua fuga acabam esbarrando no passado de Quill. Finalmente Ego (Kurt Russel), seu pai, foi apresentado.

Diferente do primeiro, o enredo do filme não contém tanta ação. Claro, vocês verão cenas de combate físico e lutas no espaço, mas a proposta desse novo filme é explorar seus personagens em uma escala mais pessoal. Assim o diretor James Gunn tenta criar um laço emocional entre os personagens, que antes do primeiro filme mal eram conhecidos, e a audiência.


Um personagem que surpreendeu foi Youndu (Michael Rooker). Nesse longa ele teve uma carga muito forte e interessante e finalmente explicou a razão pela qual levou o "Senhor das Estrelas" da Terra. Os outros personagens também tiveram suas particularidades exploradas, como Gamora e Nebula (Karen Gillan), nos dando uma ideia de seu relacionamento como irmãs e com o pai Thanos; foi um pouco fraco como abordaram Rocket, o que decepcionou; Drax e Mantis (Pom Klementieff) tiveram uma interação muito bem explorada combinando a sinceridade do alienígena e a inocência da nova personagem; Baby Groot é a coisa mais fofa ja vista no cinema, mesmo quando ele está bravo ou em combate.

Esse é um filme onde a trilha sonora tornou-se um personagem de extrema importância. Com músicas da década de 80 cada cena era intensificada por uma música. A fotografia é linda e surpreendente, com efeitos especiais belíssimos e eficientes.


A única coisa que incomodou foram os Soberanos. É compreensível a existência deles como conector para cada parte da trama, mas eles tomaram muito espaço e tempo em tela sem necessidade.

Esse longa reafirma o poder cinematográfico da Marvel e sua diversidade em oferecer desde heróis "certinhos" até mercenários em momento de redenção.

Não deixe de conferir "Guardiões da Galáxia Vol.2". O filme estreia dia 27 de abril de 2017.

4,5/5

Um comentário:

  1. Já quero! Eu não li os quadrinhos mas me apaixonei pela pegada humorística do primeiro filme e pela sensacional seleção de músicas. Se eles vão realmente se aprofundar mais nos personagens então esse filme tem potencial para ser ainda melhor do que o primeiro!

    ResponderExcluir