23.6.17

Review: Shadowhunters - 2x13 "Those of Demon Blood"


O episódio dessa semana veio para deixar tudo mais confuso na cabeça de Jace, que recentemente descobriu sua verdadeira origem. Nossa equipe deixa a seguir suas impressões desse novo capítulo na história.

POSSUI SPOILERS DO EPISÓDIO

Clary e Simon vivem felizes. A garota até conseguiu uma apresentação para o namorado que tenta recuperar sua vida antiga. Mas toda essa proximidade é algo difícil de Jace e Maia ficarem observando, já que ambos já tiveram envolvimentos.

Nesse episódio muitos shadowhunters perdem sua vida e também suas runas. As mortes parecem ser provocadas por membros de submundos e isso cria uma desconfiança por parte da Clave. Mesmo amigos, como Luke, são interrogados e testados para provar sua inocência.

A história sobre Simon ser um Diurno espalha-se cada vez mais e, assim, membros do clã de Raphael veem no novato um novo líder. O garoto acha isso absurdo e dispensa tal responsabilidade. Tudo o que Simon quer é ter uma vida normal ao lado da namorada.

Com mais e mais mortes de shadowhunters a Inquisidora Herondale nomeia Jace como chefe do Instituto, por mais que Alec fosse a escolha mais indicada, pois precisa retornar a Idris e acredita que um nome forte é necessário diante de uma possível revolta do Submundo.

Para provar a inocência do amado Alec pede a Magnus um fio de cabelo para um teste de DNA. Entretanto, o feiticeiro não fica feliz com a desconfiança e colabora, mas pede ao namorado que deixe o apartamento

Clary faz o mesmo com o namorado Simon, porém o vampiro explicou as razões pelas quais não colaboraria com a investigação e foi o bastante. Retornando ao Instituto, a shadowhunter foi atacada e graças a Simon sobrevive, apesar dos ferimentos. O namorado recusa-se a deixa-la sozinha apesar da exigência da Inquisidora e por isso é preso até segunda ordem. 

Max, o mais novo Lightoowd, está de volta para ser treinado por Isabelle. Entretando a irmã mais velha precisa ir ao encontro de Raphael atrás de pistas sobre o possível responsável. Assim, o treinamento precisa ser adiado.

Ainda chateado com toda a situação Magnus recebe a visita de Dorothea. Eles compartilham momentos de diversão cumplicidade e afeição. Porém o feiticeiro não consegue esquecer o amado e deixa isso claro para a velha amiga.


Seguindo as ordens da avó, Jace anuncia aos membros do submundo que cada um receberá um rastreador. A primeira a receber é Maia, mas isso só aconteceu de uma luta intensa. Luke diz a Jace que se eles tinham medo de alguma revolta a medida de rastreamento era um incentivo. Posteriormente Maia é presa já que ela estava próxima a um dos corpos achados e Jace permanece confuso sobre o que fazer, apoiar o único membro vivo de sua família ou não.

Izzy e Raphael vão atrás de um suspeito, Meliorn. Porém descobrem que o cavaleiro também está atrás do responsável porque esse quer começar uma guerra entre shadowhunters e o Submundo. Se esquivando e acompanhando todo esse processo estava Max, que acabou capturado.

Melior, Isabelle e Raphael chegam até o culpado: uma fada que perdeu o irmão quando a Espada Mortal foi ativada. Depois de uma luta Max foi libertado e Izzy deu fim a vida da garota. 

Com a ida da Inquisidor para Idris, Jace recobra sua consciência e liberta Simon e Maia. Além disso, ele escolhe um sucessor para seu posto como chefe: Alec Lightwood. Agora era a hora do jovem concertar seu relacionamento com Magnus e para a felicidade de todos o casal volta aos eixos.

Após a paz ter sido restaurada (momentaneamente) é hora dos nossos queridos personagens se reunirem para prestigiar Simon. Além deles estavam os vampiros curiosos e esperançosos por um novo líder. O único que não podia participar era Jace, ainda odiado por ter ativado a Espada Mortal. Entretanto, ele foi até la para retirar o rastreador de Maia, com quem durante o episódio desenvolveu certa intimidade e resultou em um beijo (bem quente).

Sabes aqueles episódios que deixam um clima estranho? Bom, esse foi um desses. Com certeza é o mais fraco dessa 2B e não teve nenhuma importância concreta. As únicas coisas a serem ressaltadas foram a partida da Inquisidora (foi tarde) e um novo e improvável casal: Maia e Jace

3,5/5


0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário