3.8.17

REVIEW: SHADOWHUNTERS - 2X18 AWAKE, ARISE OR BE FOREVER FALLEN


No episódio passado tivemos as relações entre membros do Submundo estremecidas e uma grande descoberta. O que Shadowhunters nos trouxe essa semana?

POSSUI SPOILERS DO EPISÓDIO

Max revelou a Jonathan que sabe sobre sua verdadeira identidade. O jovem shadowhunter decidiu seguir a intuição e atacou o impostor, mas, obviamente pela diferença de experiência, Jonathan saiu vencedor do confronto e deixou Max gravemente ferido. Clary foi até a sala de Alec procurar pelo chefe, então "Sebastian" escondeu o corpo ferido do pequeno Lightwood até pensar em uma alternativa melhor. Ao chegar a sala, Clary informou a "Sebastian" sua motivação para estar ali e simultaneamente ambos receberam a convocação de Alec para uma reunião.

Ao chegar para a reunião, Isabelle pergunta aos presentes sobre o paradeiro de Max. Apesar da irmã demonstrar preocupação, Alec pede atenção de todos as medidas de segurança para proteção do Espelho-Mortal. "Sebastian" enxerga alí a oportunidade de conhecer a localização do artefato, mas o chefe do Instituto informa que apenas os Guardas de Elite têm tal informação. Todos saem com suas devidas ordens, mas Izzy conversa com irmão mais velho, que parece desanimado depois de Magnus ter descoberto dobre a Espada-alma, e o consola.

Totalmente aleatórios ao drama dos Nephilims, Simon e Maia têm seu primeiro encontro numa noite de lua cheia. Toda a cena de romantismo é finalizada depois de um ataca que um lobo a um mundano. Para a surpresa de Maia, a garota reconhece o lobo: Russel, que tinha abandonado a matilha de Luke para formar a sua própria. Agora ela deve prestar todo o suporte ao mundano ferido, Bat, até comprovar suas suspeitas.

Magnus e Luke visitam a Corte Seelie depois de descobrirem sobre o segredo da Clave. Eles concordam com a Rainha que acredita que o próprio Submundo deve se unir para caçar Valentim. No entanto, isso significa trair a confiança dos shadowhunters. Luke mantém-se fiel aos amigos, mas Magnus não exclui a ideia depois de sua briga com Alec. A Rainha então entrega ao feiticeiro uma rosa e diz que ele tem tempo para tomar uma decisão até as pétalas da flor ficarem pretas.

Jonathan retorna a sala de Alec atrás de Max, mas o corpo do garoto não está mais la. Izzy anda pelos corredores do Instituto e vê rastros de sangue. Ela os segue e então chega ao seu próprio quarto, onde encontra o irmão mais novo sem consciência. Max é levado aos médicos em grave estado e tem um futuro incerto.

Magnus recebe o telefonema de Alec, mas o ignora por estar confuso. Ele tem lembranças do início da série, quando Alec jamais admitiria sua orientação sexual. Alec tinha bebido e adormecido no apartamento do feiticeiro e, apesar de isso ameaçar sua reputação, ele confiava em Magnus.

Ollie leva a namorada para comer no Jade Wolf depois de ver tantas vezes o parceiro lá. Parece suspeito, não? Mas Luke não tem tempo pra isso já que Maia lhe conta sobre Russel. O alfa vai até Bat e percebe a gravidade da situação, já que o garoto corre o risco de se tornar um lobisomem. Por ser uma noite de lua cheia, em apenas algumas horas eles obtêm sua resposta e são forçados a fugir e deixar o garoto trancado sozinho.

Jace e Clary investiam o ataque sofrido por Max. Eles encontram a caixa de lembranças de Jonathan ao lado de onde o Lightwood foi encontrado. Parece óbvio que o agressor é Jonathan e que ele não deve ter deixado o Instituto. Alec declara que o Instituto está em isolamento e "Sebastian" com os outros guardas devem ficar de vigia extra. 

Izzy não deixa o irmão sozinho no hospital. "Sebastian" chega e sugere que a garota deveria descansar, enquanto isso ele ficaria em seu lugar. O que parece a oportunidade perfeita de silenciar Max de repente é estregada pela chegada de Maryse e Robert. Eles trazem notícias sobre o estado do filho: a magia dos feiticeiros é ineficiente, apenas os Irmãos do Silêncio podem resolver a situação, mas Max pode não resistir.


Magnus permanece em seu apartamento mergulhados nas memórias. Em uma de suas noites com Alec, ele perdeu o controle e revelou seus verdadeiros olhos. Ele esperava repulsa de do namorado, mas ao invés disso encontrou amor e reconforto. Alec então chega no apartamento e o traz para a realidade. Apesar do clima estranho entre os dois, o shadowhunter pede ajuda a Magnus para curar o irmão.

Jonathan precisa tomar providências porque as chances não estão a seu favor. Ele então ameaça um dos guardas e sua família para descobrir o local onde o Espelho Mortal foi escondido. Ele descobre que deve ir às subcelas e procurar pelo nome Stillwater.

Luke vai até o encontro de Russel. Ele não aprova que mundanos sejam transformados a fim de aumentar a matilha. Temos então uma luta pela liderança, e apesar das antigas leis mandarem que seja até a morte, Luke vence e mostra misericórdia ao permitir que seu oponente sobreviva. É assim que ele conquista a matilha de Russel.

Maia é solidária à situação de Bat pois ela já passou pelo menos. Simon pergunta a ela sobre sua transformação e a garota parece receosa, mas responde. Ela foi transformada por um ex-namorado, Jordan. Eles tinham um relacionamento extremamente feliz, mas quando ele começou a ter atitudes possessivas ela terminou. Um dia ela voltava para casa e foi atacada pelo que pensou ser um cachorro, mas então o animal se transformou em Jordan e fugiu. Ela pensa que foi isso o que o amor trouxe a ela toda vez que se transforma.

Jace encontra "Sebastian" e informa sobre o desaparecimento de um guarda. Pois isso, o Herondale decide proteger o espelho. Ambos foram treinados por Valentim, então ele é o que tem maiores chances de derrotar Jonathan.

Magnus não consegue ajudar Max. Eles então recorrem a ajuda do Irmão Enoch como uma medida desesperada. Alec teme pelo irmão e Magnus segura sua mão para mostrar apoio. Temos então uma visão dos dois em uma manhã juntos onde falam sobre os medos. Logo após, vemos Alec se separar do feiticeiro para ficar ao lado da família.

Jace recebe uma mensagem de Alec sobre a morte de Max e sai correndo. Estranho contar sobre um assunto tão sério por sms, não é? Jace não pensou assim e deixou o caminho livre para que Jonathan fosse até as subcelas. Ele passa pelos guardas sem nenhuma dificuldade, já que suas habilidades de luta são incríveis. Ao seguir as instruções que recebeu, chega ao seu objetivo: o Espelho Mortal.

Tudo o que Jonathan precisa fazer agora é sair do Instituto. Ele encontra Clary que lhe conta que o isolamento foi cancelado, mas só podem deixar o local aqueles que provarem sua identidade. Ao usar os diários de Valentim, descobriram que Jonathan não tolera eletro, por conta de seu sangue de demônio, e gritava quando criança ao entrar em contato. Assim, Clary extraiu eletro do chicote de Izzy e colocou em um objeto para que as pessoas segurassem.

"Sebastian" questiona Clary sobre ela ainda acreditar em Jonathan poder ser salvo. Mas diante do que ele fez com Elliot, Dot e Max, ela não estremece ao dizer que mataria o irmão. O vilão então segura o objeto confiante de que pode sustentar sua farsa e realmente consegue sem expressar nenhuma reação de dor.

Ao encontrar Alec, Jace percebe que foi enganado e eles começam uma corrida atrás de Jonathan. Clary percebe que "Sebastian" passou no teste de dor, mas deixou de mostrar a mão que encostou no eletro. Ela corre atrás dele e consegue a prova física de que Sebastian é, na verdade, Jonathan. O irmão conta que depois de anos de tortura no Edom, aprendeu a suportar e gostar da dor. Em um momento de distração, Clary o ataca e consegue recuperar o Espelho. Sem alternativa, Jonathan foge e deixa pra trás sua identidade falsa e o instrumento mortal.

Simon agora sabe porque Maia é tão insegura com relacionamentos, mas isso não o faz recuar. A lobisomem se mostra feliz com isso porque precisará do apoio do vampiro não só em sua jornada pessoal, mas também para acalmar Bat.

Max, milagrosamente, conseguiu sobreviver ao ritual dos Irmãos do Silêncio. Ao acordar, pergunta prontamente sobre Jonathan. Todos acham engraçada sua preocupação, sendo que ele esteve entre a vida e a morte. Magnus decide deixar os Lightwoods em seu momento privado, mas Alec o segue. O shadowhunter deseja retomar tudo com o namorado e pede desculpas por esconder a verdade. mas o alto feiticeiro do Brooklyn sabe que seu amor o impede de tomar importantes decisões pelo seu povo.

Luke convoca todos de sua matilha. Ele recepciona aqueles que retornam e oferece apoio aos recém-chegados. Essa é uma oportunidade de sucesso para a matilha de Nova York. Todo esse encontro foi gravado por uma câmera e por trás está Ollie, que prova à namorada sobre suas desconfianças.

Isabelle sente-se culpada por trazer Jonathan ao Instituto, mas Alec a consola pois sabe que todos abriram seus braços a ele. Clary tenta usar a mesma runa que usou na Espada-Alma para desativar o Espelho. No entanto, algo estranho acontece: ele vira cinzas. Então eles chegam a conclusão de que aquele não era o verdadeiro Espelho Mortal. Isso faz total sentido, já que é estranho logo Jocelyn ter dois instrumentos mortais sob sua responsabilidade. Clary então lembra-se se seus sonhos e percebe que a água é um reflexo, que eles são mensagens enviadas por um anjo e que o verdadeiro Espelho Mortal é o Lago Lyn.

É compreensível a vontade de trazer um ápice a cada episódio, mas trazer a maior revelação que a série tem em mãos assim é decepcionante. Na verdade, esse é um problema que a série carrega: ela tem uma ótima história, mistérios interessantes, mas ela simplesmente não sabe desenvolver e fica superficial. Teria sido mais proveitoso explorar o personagem de Will Tudor ao se relacionar com os outros personagens, assim o choque seria maior.

O que incomoda também é dentro de um episódio ter tantos núcleos separados. É estranho pensar que o personagem de Isaiah Mustafa não estaria solidário a jovem que ele acompanhou o crescimento. Os personagens tem seus conflitos pessoais, é claro, mas é como se houvesse uma série dentro da outra.

A recuperação de Max foi um tanto decepcionante. Ele é um personagem fofo, divertido, mas a sua morte seria de total importância pra outros personagens. Enquanto a morte de Jocelyn (Maxim Roy) foi desnecessária, essa era ideal para vermos uma faceta importante Isabelle e para intensificar a monstruosidade de Jonathan.

Provavelmente, esse pode ser considerado o episódio mais fraco da segunda temporada. Vamos ver o que o futuro nos reserva, pois há apenas um episódio até chegarmos a season finale.

3,5/5

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário