6.8.18

CRÍTICA | Filme animado "A morte de superman" chega nas plataformas digitais ainda esse mês



*O filme animado"A morte de Superman" (2018) não tem medo de ser chamado de um filme de adulto, leveza e piadas permeiam o filme inteiro de forma muito bem colocada, criando um contraste enorme com as cenas amorosas e tristes tornando cada uma delas ainda mais impactante. O filme se inicia com uma cena qualquer de super-homem derrotando criminosos comuns que possuem tecnologia irregular (um possível prelúdio para a sequência), uma simples demonstração de força desnecessária para o espectador, mas que gera um movimento para começar o filme e uma certa empatia pelo personagem que aparece com seu visual moderno e "clean".

Ao ver esse visual novo ou, recente, considerando que já foi usado anteriormente, é fácil pensar que o desenho vai ter um caráter infantil sem nenhum grau de violência realista, mas Jake Castorena prova não se importar com essas correlações simplistas e dá um caráter mais adulto ao filme, sem nenhum medo, as cenas que exigem retratação de situações violentas não se negam a representá-las sem estourar para o mundo do exagero e do gratuito.


No que diz respeito à trama, pode-se dizer que ela deixar a desejar quando se fala do "build up" ou o crescendo da história, a passagem de paz para guerra é um vão e ocorre de forma meio aleatória com um personagem com uma completa falta de aprofundamento que é o Doomsday (Apocalipse), absolutamente nada da história do antagonista é entregue ao espectador e o deixa como um simples behemoth em esteroides andando pelo meio da cidade de metrópolis destruindo absolutamente tudo em seu caminho. Por outro lado, o crescendo da história de amor entre Louis Lane e Clark Kent é feito com fineza demonstrando o motivo e o medo que este tem de contar para sua namorada quem verdadeiramente é fazendo você realmente se importar com o herói no momento de sua morte (por favor, isso não é spoiler, é o título do filme).

FINAL *SPOILER ALERT*


O final do filme é concretizado em cima da luta contra o Doomsday, a completa derrota da liga da justiça e chegada do famoso deus ex machina, o super-homem (apesar de não ser tão deus ex machina neste filme, considerando a sua morte). A animação da luta é extremamente bem feita e dá gosto de se ver, sente-se o peso em cada um dos golpes dados pelo vilão e como o super-homem não pode simplesmente ignorar os civis próximos. O impulso para dar o golpe final, assassinando Doomsday é dado em um momento de forte emoção, o impulso é dado pela possível morte de Louis.

Seguinte à morte do protagonista, uma sequência de cenas mostra o impacto desta em vários dos personagens que foram brevemente apresentados no decorrer do filme até o momento de seu enterro. Terminado o enterro temos algumas cenas desnecessárias que estão lá para criar o cliff hanger para o próximo filme e mostram que super homem ainda está vivo, dando um final um pouco decepcionante.

Nota: 4/5
Estreia: 07/08
Somente em plataformas digitais
Distribuição: Warner



Preços - Mídia Digital
Aluguel disponível em SD e HD | R$ 14,90 (HD);
Compra disponível em SD e HD | R$ 29,90 (HD).

Extras (disponíveis na versão de Compra Digital):

  • The Death of Superman: The Brawl That Topped Them All (Featurette) – Viva a experiência da batalha entre Superman e Apocalypse como nunca antes, enquanto os criadores da icônica HQ e do novo filme exploram as nuances de "The Greatest Fight" com a ajuda de um especialista em artes marciais.
  • A Sneak Peek at DC Universe's Next Animated Movie, Reign of the Supermen – Uma breve e entusiasmante espiada no próximo filme da saga, de duas partes, que traz a épica e emocionante história de um mundo sem o Homem de Aço.
  • From the DC Comics Vault: Legion of Superheroes, “Dark Victory: Part 1” - Depois de eliminar Imperiex, Brainiac assume seu exército e planeja dominar o universo. Com o Superman prestes a ser morto, os outros Legionários devem detê-lo antes que seja tarde demais.
  • From the DC Comics Vault: Legion of Superheroes, “Dark Victory: Part 2” - A Legião enfrenta Imperiex em uma batalha final, enquanto um traidor se esconde no meio deles.

*Crítica escrita pelo colaborador: Thales Prado

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário