Pesquisar este blog

Slide

"O QUE TE FAZ MAIS FORTE" TRAZ HISTÓRIA FORTE E REAL


O Que te Faz Mais Forte’ retrata a história de Jeff Bauman, uma das vítimas do atentado terrorista que ocorreu durante a maratona de Boston em 2013, onde aguardava sua ex-namorada na linha de chegada.

Com um slogan romantizado ‘a coragem nos define’ a trama usa esse atributo – como também a sua falta – de grande apoio em toda a sua narrativa na história de Jeff Bauman, e embora explore o aspecto emocional do protagonista de forma vívida – onde a direção de David Gordon Green abusa com closes em seu elenco em uma valorização precisa da atuação dos mesmos – o filme acaba por desviar do caminho clichê idealista, tendo Bauman exposto durante seus momentos de fraqueza sem qualquer pudor, fazendo com que o expectador veja as diversas nuances, sem dar enfoque na persona “heroí de Boston” como foi visto por grande parte da população durante o período retratado.

Gordon Green consegue transpassar o drama de Bauman de forma íntima e sensível, possibilitando que acompanhemos pessoalmente os efeitos de uma tragédia pública. Jake Gyllenhaal contribui de forma primorosa para atingir essa exatidão, conquistando o sorriso do público, em sua personalidade carismática, bem como as lagrimas em seus momentos mais traumáticos. Tatiana Maslany, encarregada de interpretar a esposa de Bauman, e Miranda Richardson, que interpreta a mãe, são uma ótima adição ao elenco com uma química incrível entre si, seja pra retratar a intimidade do casal ou nos momentos de tensão da família e a instável relação entre os mesmos. Outro ponto a se ressaltar é o trabalho corporal de Gyllenhaal que, aliado com sua equipe técnica, é mais que competente.

A trama consegue construir uma ótima fluidez no drama vívido por Bauman com comédia, tanto pelo protagonista que abusa da ironia e por sua família – tornando um alivio cômico leve e preciso, assim como os diálogos, em meio a uma narrativa pesada por seu tema assim tal qual seu ritmo nas quase duas horas de filme.

O Que te Faz Mais Forte’ foge do convencional encontrando sua força no íntimo, na tragédia e nas relações pessoais, no que nos torna humanos. Uma receita simples, porém honesta e muito bem executada, onde a direção e o elenco se tornam um só, legitimando a esperança que a imagem de Bauman foi para Boston.

Nota: 4,5/5

No facebook

>> Acompanhe também

No Youtube

>> Vídeo novo toda semana

Vídeo

Vídeo

Vídeo

No Spotify

>> Ouça as nossas playlists no spotify